Seguidores

sábado, 9 de maio de 2009

AMANTE

"Muitas pessoas têm um amante, e outras gostariam de ter um.
Há também as que não têm e as que tinham e perderam. Geralmente são estas últimas que vêm ao meu consultório para me contar que estão tristes ou que apresentam sintomas típicos de insónia, apatia, pessimismo, crises de choro, ou as mais diversas dores.
Elas contam-me que as suas vidas correm de forma monótona e sem perspectivas, que trabalham apenas para sobreviver e que não sabem como ocupar o tempo livre. Enfim, são várias as maneiras que elas encontram para dizer que estão simplesmente a perder a esperança.
Antes de me contarem tudo isto, já tinham estado noutros consultórios, onde receberam as condolências de um diagnóstico firme: "Depressão"...além da inevitável receita do anti-depressivo do momento.
Assim, depois de as ouvir atentamente, eu digo-lhes que elas não precisam de nenhum anti-depressivo. Digo-lhes que o que elas precisam é de um Amante!
É impressionante ver a expressão dos olhos delas ao receberem o meu conselho. Há as que pensam: "Como é possível que um profissional se atreva a sugerir uma coisa destas?!".Há também as que, chocadas e escandalizadas, despedem-se e não voltam nunca mais. As que decidem ficar e não fogem horrorizadas.
Eu explico-lhes o seguinte: Amante é "aquilo que nos apaixona".É o que toma conta do nosso pensamento antes de adormecermos, e é também aquilo que, às vezes, nos impede de dormir.O nosso Amante é o que nos mantém distraídos em relação ao que acontece à nossa volta. É o que nos mostra o sentido e a motivação da vida.Às vezes encontramos o nosso amante no nosso parceiro, outras vezes,em alguém que não é nosso parceiro, mas que nos desperta as maiores paixões e sensações incríveis.Também podemos encontrá-lo na pesquisa científica ou na literatura, na música, na política, no desporto, no trabalho, na necessidade de nos transcendermos espiritualmente, numa boa refeição, no estudo, ou no prazer obsessivo do nosso passatempo preferido...
Enfim, Amante é "alguém" ou "algo" que nos faz "namorar" a vida e nos afasta do triste destino de "ir vivendo".
E o que é "ir vivendo"? "Ir vivendo" é ter medo de viver. É vigiar a forma como os outros vivem, é o deixarmo-nos dominar pela pressão, andar por consultórios médicos, tomar remédios multicoloridos, afastarmo-nos do que é gratificante, observar decepcionados cada ruga nova que o espelho nos mostra, é aborrecermo-nos com o calor ou com o frio, com a humidade, com o sol ou com a chuva.
"Ir vivendo" é adiar a possibilidade de viver o hoje, fingindo contentarmo-nos com a incerta e frágil ilusão de que talvez possamos realizar algo amanhã.Por favor, não se contentem com "ir vivendo".
Procurem um amante, sejam também um amante e um protagonista da vossa vida...
Acreditem que o trágico não é morrer, porque afinal a morte tem boa memória e nunca se esqueceu de ninguém. O trágico é desistir de viver, por isso, e sem mais delongas, procurem um amante.
A psicologia, após estudar muito sobre o tema, descobriu algo transcendental: "Para se estar satisfeito, activo, e sentirem-se jovens e felizes, é preciso namorar a vida".

Autor desconhecido!

10 comentários:

Patti disse...

Oh Bacouca, um marido já dá muito trabalho!

bacouca disse...

Patti,
Eu sei que um marido já dá muito trabalho!
Mas aqui o "amante" é ter algo na vida que nos faça vibrar. É no fundo a apologia de viver em pleno.
Um beijo

Xabonas disse...

"Nunca deixe seus sonhos morrerem porque a vida sem sonhos é como um pássaro com a asa quebrada que não pode voar."

....:-)

bacouca disse...

Xabonas,
Bemvindo a este cantinho!Posso saber como o encontrou?
Concordo plenamente com a citação e cada um individualmente temque lutar por isso.
Poderei visitar o seu cantinho?

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Que cansêra!

Pitanga Doce disse...

No momento o meu amante é o meu corpinho. Estou numa luta serrada para fazê-lo voltar a entrar nas calças compridas porque "as traseiras" andam um pouco grande. hehehehe

E como diz a Patti amantes de verdade dão trabalho. O bom é "namorido".

bacouca disse...

Carlos,
Fico feliz por o ver aqui! Quem escreve tão bem e com seriedade ter a curiosidade de espreitar este blog que se chamava DOMUNDO e virou Bacouca é de deixar a própria "corada"(não são os ares do norte não senhor!).
Assim penso que já terei premissão para ir ao Rochedo e comentar. Que bom!
Mas antes de o "conhecer" melhor explique-me o "que cansêra" se referia: ao psiquiatra de aturar as neuroses de quem não sabe fazer o "pino", ou o "namorar a vida"?

bacouca disse...

Pitanga,
Ora viva! Agora compreendo a tua falta de tempo. Acho muito bem que agora o teu amante seja o teu "corpinho" para depois saboreares a gastronomia do norte sem problemas caraças!
Agora explica-me uma coisa mas por favor não quero manual de 250 folhas: conheces algum amante que não dê trabalho para a "gentinha" depois tirar prazer? Anda aqui a bacouca numa "cansêra" e tu sabes o truque. Para que é que serve uma amiga hem?!!!
Um beijaoooo

Luz disse...

Bacouca

Que coisa mais gostosa é amar a vida e as pessoas!
Sou amante e sou errante...lembra-se?
Muito bom mesmo!
Beijinhos amorosos

bacouca disse...

Luz,
Que bom ver-te aqui! Já tinha saudades!!!
Continuo pedindo ao meu anjo da guarda para olhar por ti e filhote.
Tudo vai melhorar!!!
Beijos