Seguidores

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

UM FELIZ ANO NOVO!


Com o Ano Novo vão surgir de certeza, momentos muito felizes e marcantes. Que se saiba vivê-los em pleno para preencher com paz, esperança e saúde o ano de 2010!!!

AS 12 PASSAS SÃO PARA MIM!

Estou, dentro em breve, a deixar este ano. Nunca fui de fazer muitos projectos ou de pedir muitos desejos para mim. Quando o faço, e principalmente nesta mudança de data, comendo as tradicionais 12 passas, penso sempre naqueles que amo, no Vabenne,nos filhos, na família, nos amigos. É egoísmo pois se eles estiverem bem eu também estou!

Mas este ano tudo vai ter que mudar. Sinto que tem que ser assim no mais profundo do meu ser e o importante é que, em vez de ser egoísmo, passa a ser altruísmo: vou pensar muito em mim.

A vida tem destas e nunca poderemos dizer: NUNCA. É que agora, se eu pensar em mim ao comer as 11 passas estou a deixar o Vabenne, os filhos, a família e os amigos felizes.

Falta uma, a 12ª passa. Essa guardo-a para um pedido muito especial: que continue a contar com o apoio dos que amo e que tanta força me dão!

sábado, 19 de dezembro de 2009

UM SANTO E FELIZ NATAL

Aproxima-se o Natal. E com ele a azafama cá em casa também começa a aumenta. Começo a fazer lista do que ainda gostaria de fazer, para tentar rentabilizar o tempo para que nada falte. É que agora já não posso fazer as coisas a 100km/h, mas não desisto de as fazer a 40Km/h!

E assim, resolvi deixar hoje a todos os meus amigos blogueiros e aqueles que estão longe mas vêm ao meu cantinho, e com os quais não consigo estar pessoalmente, os desejos de um Santo e Feliz Natal.

"O ontem já faz parte da história; o amanhã é um mistério; o hoje é uma prenda...e é por isso que lhe chamamos PRESENTE".

Para ti, para ti , para ti, para ti... deixo aqui um presente porque...o Natal é sempre que quisermos!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O MEU ESTRUNFO!

Este Natal sei que terei uma das melhores prendas que jamais me foi dada: um estrunfo!

Tenho o hábito de dar diminutivos ou nick-names às pessoas que me são queridas: foquinha, kikinhas, dinho (de queridinho), serigaita, etc, etc.

Outro dia, olhando para o meu neto, veio-me à ideia que o mesmo me fazia lembrar um bonequinho muito apetitoso, andando pela floresta de cesto na mão, a apanhar cogumelos ou castanhas.



O meu filho João, talvez por já me conhecer bem, saber que a minha imaginação anda sempre a funcionar e no fundo o meu olhar de ternura deixava advinha alguma "bacouquice", disse-me:



- Mãe, acha que o Vasco tem cara de algum boneco?

- Já tinha pensado nisso, mas estava a pensar qual se coordenava melhor com esse sorriso malandro, com o ar de felicidade, e com seu olhar observador.

- Para mim lembra-me um estrunfo. O que acha?

- Bingo!!! É isso mesmo!




Claro que a partir desse momento, o Vasco pode ser Vasco, Vasquinho ou Vascota, mas para mim será sempre o meu Estrunfo!!!

Gosto do boneco e deliro com a semelhança!

E daqui a uns dias, estarei delirando contigo, meu querido estrunfo!!!





Pus esta fotografia onde tinha 5 semanas. Agora com quase 3 meses ainda está mais apetitoso!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

O NATAL É QUANDO O HOMEM QUIZER!

Eu sempre achei que se poderia dizer coisas muito sérias, chocando até, a brincar. O humor tem grande efeito nas pessoas.
Esta semana atrasei-me a desejar "Uma boa semana" e pelo tema que ela aborda, achei que deveria colocar aqui este "postal de boas festas".
Eu vibro imenso com esta quadra, adoro enfeitar a casa, dar prendas, fazer a árvore de Natal, ter a família uma vez mais à minha volta. E este ano, já com o meu neto e o frio que já se sente, em Bragança o "calor" vai saber, se Deus quizer, muito bem!
Contudo, conheço pessoas que ficam melancólicas pois pensam nos sem abrigo, nos pobres, nos indigentes, e querem passar ao lado de toda esta azáfama, deste encanto que em sinto.
Mas a verdade é que eu me lembro, durante os 364 dias do ano de todos eles, ajudo quando posso, partilho, estou pronta para ouvir, para consolar. E nesse dia... nesse dia em ESPECIAL com a minha alegria e a minha esperança!

UMA BOA SEMANA

Ouvi, há dias, contar a azáfama de uns jornalistas a vasculharem o caixote de lixo de uma conhecida actriz.

Mexendo nos restos, procuravam reconstruir a festa de anos da "estrela": as prendas que estavam denunciadas em etiquetas e caixas; a ementa revelava-se nos restos ligeiramente ensacados-que davam também a conhecer outros pormenores da noite...

Recordei este relato quando, um dia destes à noite, vi um idoso a remexer o lixo de uma pastelaria. Concerteza, à procura de sobras para a fome da noite...

Ao ver a decoração natalícia da longa avenida, fiquei profundamente abalada pois infelizmente há muitas pessoas que estam só atentas nesta quadra a estas profundas contradições quando as mesmas existem todo o ano...

sábado, 12 de dezembro de 2009

UMA LIÇÃO DA VIDA



O texto que deixei aqui "Uma boa semana", uma vez mais não foram palavras vãs pois tive oportunidade de me encontrar com amigos de infância, que o leram e o mesmo serviu de motivo de "reflexão" para as nossas vidas, quando jovens.

Apaixonaram-se, zangaram-se, tentaram esquecer aquele amor por terem seguido caminhos diferentes, por quererem enganar-se a si próprios, por mágoa ou orgulho. Encontrei-os agora desabafando que se sentiam desiludidos, sózinhos, arrependidos pelos anos que perderam para não terem dado o passo atrás (ou à frente...!).

Julgo que davam tudo para poderem recomeçar com quem tanto amaram, mas já estão nos "entas" e assumiram outras responsabilidades. Lembraram-se até do meu texto sobre uma amiga comum que intitulei "Prefiro ser rainha por um dia do que princesa toda a vida".

Fiquei triste por os ver assim, quando sabemos que a vida é tão rápida e só o amor é que consegue que ela "aumente".

Lembrei-me este texto de Alberto Caeiro:

"Todos os dias agora acordo com alegria e pena. Antigamente acordava sem sensação nenhuma: acordava.

Tenho alegria e pena porque perco o que sonho. E posso estar na realidade onde está o que sonho.

Não sei o que hei-de fazer das minhas sensações. Não sei o que hei-de ser comigo sózinho.
Quero que ela me diga qualquer coisa para eu acordar de novo.

Quem ama é diferente de quem é. E a mesma pessoa sem ninguém!".

Quando as duas pessoas querem que tudo fosse como dantes mas não acreditam por medo, só porque se errou, não se tomou a atitude correcta, não tiveram "atentos" a sinais, merece ser desperdiçada uma nova oportunidade?

Meus queridos amigos, não e nunca... é tarde!

8 DE DEZEMBRO

Não me esqueci, nem nunca me esquecerei o dia 8 de Dezembro, como o dia da Mãe.

Nesse dia reli o que tinha escrito em 2008. Pensei transcrevê-lo, pensei escrever algo de novo, pensei... pensei em si Mãe, pensei como tenho sido para os meus filhos, pensei muito no meu neto. E assim as palavras ficaram guardadas.

Mesmo já tendo passado esse dia, terei que deixar aqui:

"A Mãe tomou sempre as coisas vulgares do dia a dia e fez-me sentir um ser especial.
Aconteça o que acontecer na minha vida, sei que, graças a si, valho qualquer coisa."
Obrigado Mãe!!!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

SIMPLIFICAR /COMPLICAR!

Estamos no mês do Natal. Para os cristãos é uma data muito importante pois é o mês do nascimento de Jesus.

Eu pessoalmente gosto imenso desta época pelas recordações que guardo, pela continuação do encontro da família e amigos, pelos preparativos da casa, que a torna muito mais quente e acolhedora, pela correria das compras e pela alegria da noite da consoada. O encanto é tal que o bacalhau, as couves, as batatas, o bolo rei, etc, têem até um gosto especial!

Contudo nunca me deixo de recordar uma redacção que as freira do Colégio S.José de Cluny, em Luanda, nesta altura tinham por habito mandar fazer. É preciso dizer que isto passava-se há 40/45 anos atrás.

Explicavam com todo o seu pudor, como foi anunciado a José e Maria que ela iria ser Mãe. Queriam explicar com tanta simplicidade, sem levantar muitas perguntas que acabavam por complicar tudo!

Um dia, por altura deste mês a minha Mãe foi chamada ao colégio pois a Irmã Superior teria que a alertar para as companhias e conversas que a minha irmã João poderia estar a ouvir e que eram um atentado contra o seu bom nome e educação.

-Imagine que na redacção feita pela Maria João, ela descreveu assim a anunciação:

"Um anjo apareceu a Maria e José dizendo que ela ia ser Mãe pela obra e graça do Espírito Santo. José pensou logo que a sua mulher andava com outro homem e saiu de casa. Maria assustada e não percebendo o que se estava a passar foi para casa da sua prima."

Claro que a Mãe disse que iria conversar com ela e explicar-lhe de outra forma. A risata foi geral lá em casa e correu pelas meninas mais "malandrecas e sabichosas" do colégio.

Quanto à minha irmã não foi fácil explicar-lhe isso do Espírito Santo que o pobre do José nem sequer conhecia!!!

domingo, 6 de dezembro de 2009

UMA BOA SEMANA

Encanta-me ver os jovens que encontro enamorados, de mão dada num afecto encantador, de rosto feliz numa esperança alegre que parece não ter fim.

Com eles e por eles penso que fomos feitos pessoas para amar, para descobrir no outro sinais de vida, promessa de encontro, interpelação à doacção da nossa vida como caminho de felicidade.

Para esta semana o meu desejo era que todos nós sentissemos sempre essa alegria, a autencidade, a ternura desse amor a desabrochar.

Para que esse amor seja, na verdade, um amor sem fim, definitivo e criador de nova vida.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

O ÓPTIMO É INIMIGO DO BOM!

A minha nova empregada chama-se Fernanda. Rapariga nova, robusta, com o seu próprio carro e nascida na Suiça. Corajosa, com iniciativa, alegre e adaptou-se à casa com muita facilidade. E eu também a ela. Sendo diferente da minha Conceição (comigo há 18 anos!) pois é mais evoluída, não deixa de ser muito discreta e saber bem o seu papel.

Tem uma mania, que já não é muito habitual hoje em dia e aqui no norte: as limpezas. Vai ao fundo, vira e revira, descobre o cantinho mais escondido! A casa na verdade brilha (valerá a pena comprar "lampadinhas" de Natal?").

Eu ando encantada e o Vabenne contente pois é muito agradável ver os inox da cozinha e casas de banho a brilhar, os janelões que não percebemos se estão abertos, as pratas a reflectir as nossas caras, etc, etc, etc,.

Hoje o Vabenne procurava pelo frasco onde temos oregãos secos e o frasco tinha desaparecido. Perguntou à Fernanda se o tinha visto:

- Um frasco com umas "coisinhas" muito pequeninas, secas e com ar de velho? Tomei a liberdade de deitar fora porque só estava a fazer lixo.

O Vabenne veio ter comigo e disse-me:

- Limpezas sim mas não exageros. Diga-lhe que antes de deitar algo fora lhe pergunte e já agora, falou-lhe no queijo da serra antes que ela julgue, pelo cheiro, que está podre?

Caraças, nem tal me passou pela cabeça! Já estará no lixo? Vou pôr uma marca na mão para amanhã, logo ao início, a avisar....

domingo, 29 de novembro de 2009

UMA BOA SEMANA!

Ouvi uma criança com cerca de dois anos e meio dizer para a sua mãe depois de a olhar atentamente: "A Mãe tem fotografias nos olhos!". Se calhar, viu-se a si própria naquele olhar maternal!

Fiquei a pensar o que vêem as pessoas no meu olhar? Será que os meus olhos trazem as marcas mais bonitas do que me é dado ver? Será que na minha cara se reflecte a alegria que sinto quando dou conta da qualidade de tanta gente que me acompanha?

Gostaria que os outros possam ver reflectido nos meus olhos o mais extraordinário de si próprios!

SÓ NÃO SABE QUEM NÃO QUER!

Outro dia a mãe de uma minha amiga contou-me um episódio que achei delicioso e esclareceu um pouco , a dúvida que eu tinha: as freiras de clausura, que vivem isoladas totalmente do Mundo, no seu mosteiro, sómente a rezar, que sabem elas do que se passa cá fora? Rezam pela paz quando não sabem o que se passa? Rezam pela fome quando não vêm? Rezam pelos indigentes quando não os podem receber?

Este senhora fazia 60 anos de casada e resolveu bater à porta do mosteiro, tendo sido recebida por uma freira atravês de um postigo, sem lhe ver o rosto.

-Irmã, gostaria que colocasse este ramo de rosas no altar de N. Sra.
-Concerteza minha filha.
-Sabe porquê Irmã? É que hoje faço 60 anos de casada!
-Com o mesmo homem minha filha???

Percebi que elas têm informação: entra pelas frinchas das janelas, pelo buraco das fechaduras, pela chaminé, enfim, por qualquer sitío, mas que vivem na santa ignorância, isso é que já não acredito!

sábado, 28 de novembro de 2009

O CLICK ESTÁ FEITO!

Já ando há uns dias com vontade de dar uma reviravolta em algumas coisas, mas talvez devido à má organização do tempo, ao pensar e meditar sobre mudanças arquitectónicas que vão ser feitas cá em casa, à adaptação a uma nova empregada doméstica (caraças com carro e melhor que o meu Fiat Punto!), o tempo não tem dado.

Acho que deveria mudar o visual do meu "cantinho", deveria vir aqui mais vezes para descrever
situações que me deixam alegre, pensativa, optimista, chateada, relembrar pessoas e locais que tanto me marcaram, contar episódios que me fazem ver como a vida, no seu dia a dia, me dá licções, ensinamentos, e até mesmo partilhar "quais" fenómenos do "Entroncamento" de que tenho a sorte ou o azar de ser uma das personagens!

No fundo, no fundo, tornar-me "leve".

Acho que já fiz o "click" e agora é ir em frente! Lembro-me que dantes, corria para o computador para registar algo, dava comigo muitas vezes a sorrir ou até mesmo a rir, de situações que aqui queria mencionar, de relembrar ocasiões ou pessoas que me são muito queridas! E se não tinha o computador à mão escrevia logo no meu livrinho de apontamentos!

De há uns meses para cá, e apesar da minha vida ainda me proporcionar tudo isso, penso: amanhã escrevo. E de "amanhã" em "amanhã" as semanas vão passando.

Sentava-me em frentre ao ecrân e bloqueava sómente pelo receio de não deixar transparecer algo que me começou a preocupar e, de preocupação em preocupação, fui-me "resguardando" porque tento sempre evitar queixumes, pieguices pois considero que a vida tem-me sorrido sempre e, mesmo nos momentos mais difíceis, conseguiu-me mostrar e valorizar o lado positivo das situações.

Desta vez, a partir de Maio, comecei a ser confrontada com um "quadro" que eu tudo faria para o ultrapassar mas que era irreversível. Teria que o aceitar e tentar minimizar a preocupação, a tristeza, de pelo menos aqueles que me estão mais perto: a família.

Confesso que me foi difícil, doloroso até, ter a "cabeça" na guilhotina, mas esse sofrimento fez-me crescer e ver que assim não poderia continuar. Se vou ficar tetraplégica não devo esperar "sentada"! Sinto na verdade que já o corpo manda mais em mim do que eu nele, mas eu não sei o tempo que esta "luta" vai durar: uns dias, uns meses, uns anos? Nem eu nem ninguém!

Por isso tenho que seguir em frente e, já que algumas coisas vão ser alteradas, eu também irei alterar aquelas que me ajudarão a ser um exemplo da vida: nada se perde, tudo se transforma"!

O "click" está feito!

domingo, 22 de novembro de 2009

UMA BOA SEMANA

Por várias razões, tenho andado um pouco afastada da escrita, neste meu cantinho.

Contudo quando chega a domingo, sinto necessidade de vir até aqui para anotar como gostaria que decorresse a semana que se aproxima para tirar dela o melhor proveito partilhando-a.

- Gostaria de viver a alegria determinada, ainda que os dias estejam cinzentos.
- Gostaria de retomar o caminho, com a lucidez recuperada após a confusão dos cruzamentos e dos atalhos.
- Gostaria de estar segura da força regeneradora da raiz, mesmo quando as folhas amarelecem.

domingo, 15 de novembro de 2009

UMA BOA SEMANA

Esta semana quero fazer um estranho pedido: que me seja concedido, todos os dias, um minuto inteiro, um minuto de 60 segundos completos, cal-ma-men-te contados!...

Quero ouvir, até ao fim, a "música" que está no ar, sem que me pressionem a pensar no som que há-de chegar "já a seguir" ou dois minutos depois...


Quero que as palavras não sejam apenas um corpo ruidoso, mas que tenham alma, sentido, cheiro, transcendência...


Quero apreciar um instante, sentir o odor das flores, ouvir a suavidade das aves, olhar a pequena nuvem branca que espreita no céu...


Quero, neste minuto completo que peço, sentir-me... profundamente humano!

SEMPRE "UMA BOLA COLORIDA NAS MÃOS DE UMA CRIANÇA"

Parece impossível como as semanas passam!

Esta foi particularmente rápida e penso que muito devido a decisões que tinha tomado e que foram agora resolvidas, a encontros inesperados mas que me deixaram a pensar se as ditas "coincidências" não serão sinais muito claros, a dúvidas, a receios.

Eu acho que o nosso cérebro ajuda, na positiva ou na negativa, em pelo menos 50%, na maneira como vivemos certos momentos. O meu esta semana andou "fervilhando" e tenho a noção que foi demais: queimei-me!!!

Mas espero ter aprendido e nunca me esquecer de que:

Não é o meu problema que me causa sofrimento mas sim os pensamentos sobre ele.

domingo, 8 de novembro de 2009

UMA BOA SEMANA!

São complicadas as medidas da alegria e da tristeza?

Quando a alegria se divide, aumenta.
Quando se partilha a tristeza, esta diminui.

Então porque me engano tantas vezes na medida do dar e do receber, quando é no dar que se recebe?

sábado, 7 de novembro de 2009

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

COLORIR!!!




Tenho que agradecer:


Luzcia;
Lisa;
GrandeJoia;
etc,
Como ainda não sei, nem me decidi a saber colocá-los de lado (aguardo o manual de 250 folhas da Pitanga para aprender...) coloquei-os numa pasta e hoje fui abri-la. Espero não me ter esquecido de agradecer a alguem.























Boa!!! Como está um dia muito cinzento vou torná-lo mais colorido, preenchendo este espaço com os selinhos coloridos que fui recebendo, voltando a agradecer todo o carinho!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

PACIÊNCIA DE ... CHINÊS!!!



Espectacular! Este homem pinta-se para tirar as suas fotografias.
Numa não é difícil de o encontrar mas eu juro que ele está nas duas.
Descobriram? Aonde?!!!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

BEM HAJA JOÃO MARIA!



Mais um dia 4 de Novembro! Passaram 33 anos e como eu me recordo, como se fosse hoje, a maravilhosa sensação que senti quando o vi, pela 1ª vez, meu querido João Maria!
Senti que já o conhecia desde que me conhecia a mim própria e que a partir daí iria tudo fazer para que contasse sempre comigo: estava "presa" a si para toda a vida!!!

Com a minha falta de experiência ia actuando somente pelo poderoso instinto materno, e aí a sua Avó muito me tranquilizou porque dizia-me: e aos passarinhos quem lhes ensina a fazer o ninho?

Nunca me preocupei a pensar qual poderia ser a sua profissão quando fosse maior. Sempre achei que a melhor ferramenta que lhe poderia proporcionar para enfrentar a Vida seria a confiança em si próprio dando-lhe asas para voar, o saber enfrentar com segurança os difíceis momentos que lhe pudessem surgir, aprender sempre com os erros, ter bem firme o conceito de família e estar sempre pronto para ajudar quem precisasse.
Hoje olhando para si, vejo com muito orgulho, que nas três fases que passou, criança, menino, adulto se tornou num Homem de bem com a vida, sereno, um elo forte para a família,( uma referência para o seu 1º filhote), amigo sincero do seu amigo, interessado e participando com quem precisa de ajuda, e um exemplo de honestidade e profissionalismo.
Bem haja, meu querido, pela felicidade que transmite à Mãe!

domingo, 1 de novembro de 2009

UMA BOA SEMANA

Esta semana quero agradecer, acima de tudo, a família que tenho.

É nela que encontro a alegria, o apoio, a amizade, as razões do viver. E quero lembrar todos: o núcleo duro (marido, filhos e neto) e os outros: irmã, sobrinhos, tios, primos que fazem parte do meu quotidiano e contribuem para eu ser feliz. E como é inevitável os meus pais que já partiram mas que me deixaram um legado precioso: os pilares em que me assento.

E que eu consiga ser para eles também aquele suporte de calor humano e de testemunho que os ajude, igualmente, a viver!

sábado, 31 de outubro de 2009

SIMPLEX?!!!

Tive que ir a uma repartição pública para tratar de um simples documento. Fui atendida por uma menina que, bastando olhar para a sua cara, imaginei logo que deveria estar com um desarranjo intestinal e não teria o Imodium à mão!

- Nome completo (voz dura, seca e com ar de frete)
-Tem que ser o nome completo menina?
- Claro! Não ouviu ou está cansada?
- Não menina. Só acho que não deverá ser necessário completo, mas se o pede, digo-lhe com todo o gosto.
Ana... Maria... de... Aragão...da...
-O quê não acabou?
- Não menina. Infelizmente pediu o nome completo.
Rocha... Peixoto...e...
- Está a brincar?
- Não menina e agora vai ouvi-lo até ao fim e depois diz-me se a minha pergunta não tinha fundamento.
Azevedo... Cameira.
- Acabei! Agora sim estou cansada!

A menina, que depois vim a saber, chamava-se Olívia, só conseguiu articular:

- Poça (sic) há gente que carrega cada nome!

E mal sabe ela os nicknames: Becas e Bacouca!!!

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

AMI CUIDADO COM O CITIBANK!


Vou contar o que me aconteceu e digam lá se não vou ainda acabar assim?
O Citibank massacrou-me a cabeça para aderir ao seu cartão de débito, pelo qual não pagava anuidade e 2% das compras que fazia utilizando-o, seriam creditados numa conta da AMI.
Seria o meu pequenino contributo para uma causa que admiro bastante e por isso aceitei.
Como todos os cartões têm um prazo para liquidação e eu religiosamente, liquido-o no último dia (2% já estão na AMI e eu prefiro que o dinheiro esteja do meu lado até ao permitido do que do lado de uns senhores de casaco e gravata e com cifrões na "menina do olho").
Todos os meses que tenho que liquidar acontece o seguinte: no dia imediatamente a seguir à sua liquidação (que foi efectuada), começo a receber 5, 6 7 ou mais chamadas confidenciais. Não gosto de números confidenciais mas um dia atendi. Uma menina de voz e discurso esteriotipado avisando-me que estava em falta o pagamento.
Perdi a cabeça, chamei-os de incompetentes, de instituição de vão de escada e que o dinheiro que gastavam a avisar as pessoas que estavam em falta quando tinham pago, deveriam tambêm reverte-lo para a AMI. Resposta: só temos acesso a essa informação 48 horas depois da data de liquidação. Por favor não brinquem metendo uma instituição séria no vosso engodo porque eu começo a pensar seriamente em vos devolver o cartão!!! A ganância é tanta que não conseguem "aguentar" as 48 horas e depois então contactar os faltosos?
E ainda por cima são mentirosos pois contei isto a uma amiga minha e ela relata-me a sua peripécia: atrasou-se um dia da data limite e no extrato seguinte vinha debitado 25 euros por dívida mais 15 euros de despesas. Isto para uma compra no valor de 70 euros!!! Aí não tiveram a informação 48 horas depois...
Deixar roubar é solução ou será melhor fazer como os nossos bisavós: dinheiro debaixo do colchão? E ainda por cima quem tenha algum eleva a extremidade da cama o que só faz bem à circulação...sanguínea!!!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

OBRIGADO SARAMAGO! TÊNS RAZÃO...

"Ainda não li Caim e por isso não falo de um livro que não conheço, mas vi e ouvi as declarações do autor: “O Deus da Bíblia não é de fiar: é vingativo e má pessoa.”
Saramago traçou dois objectivos ao lançar esta polémica: espetar mais um prego na crucificação da Igreja Católica e através da agressão suscitar o debate e vender a sua obra.
Saramago conseguiu juntar o útil ao agradável, mas houve uma variável que o consagrado Nobel da Literatura esqueceu. O plano de Saramago não é perfeito e o escritor pode ter caído numa cilada de Deus.
A má pessoa imaginária que Saramago persegue e teima em negar preparou uma vingança ao escritor e usou o velho Nobel para lançar o debate, não sobre Caim mas sobre a Bíblia, e trazer novos leitores para o livro escrito por um Deus que o escritor diz ser vingativo.
Ao inaugurar a sua nova piscina literária baptizando-a de Caim, Saramago anunciou aos nadadores da literatura um oceano infinito chamado Bíblia. E ninguém vai querer um patinho de borracha ou uma bóia numa piscina com cloro quando pode pescar e mergulhar num oceano de águas profundas.
A mensagem de Saramago revelou que o escritor pode ser apenas o mensageiro para abrir as páginas de um livro esquecido.
A estranha luta de Saramago com um Deus que não existe não é uma demência intelectual. É a revolta de um homem que desconhece que na sua procura por um divino que nunca descobriu foi encontrado por um Deus que o conhece e o ama profundamente.
Saramago é inteligente. Não perde tempo em conversas banais com o eurodeputado Mário David que apelou à sua renúncia da nacionalidade portuguesa. Não tem medo de afrontar a religião maioritária e de afirmar que já não há fogueiras para queimar os hereges. Mas quando fala de Deus e da Bíblia o verniz estala. Inquieta-se. Revolta-se. Sente-se perturbado. Quer vingança!
Ninguém inteligente luta com a fantasia alheia. Fazer um campanha contra alguém que não existe é uma perda de tempo e Saramago sabe que o tempo que lhe resta é pouco para ser esbanjado em palermices de religiosos.
Saramago tem razão! Mas não tem fé! E a razão sem fé é como a justiça cega.
O que inquieta Saramago é a sua lógica contraditória. Como é que um Deus que só existe na cabeça das pessoas as influencia tanto?
“A neve não existe pois nunca a vi nem tive dela qualquer sinal”, é assim que se expressa a lógica de um ateu tropical pouco viajado. Mas Saramago tem viajado pelas Escrituras e já viu neve, mas tem medo de lhe tocar e de ser tocado.
Só falta mesmo olhar para cima e ver a luz do Deus que lhe brilha no seu pensamento.
A estratégia fracassada de Saramago transformou-o no maior publicitário português da Bíblia. Mesmo que Deus não exista ele conseguiu fazer o que muitos pregadores tentaram mas raramente conseguiram, trazer os desiludidos com a religião de volta às Escrituras.
Obrigado Saramago!"


Autor desconhecido e enviado por uma amiga.

O autor apareceu-me: João Pedro Martins - Diário de Notícias(só hoje, dia 30, é que vi no email que o próprio me enviou.)
Muito obrigado pelo seu contributo!

domingo, 25 de outubro de 2009

UMA BOA SEMANA!

Oiço, frequentemente, vozes de desânimo: desabafos de pessoa cansada ou desiludida pela aparente infecundidade do seu esforço: suspiros de desistência, colados à declaração fatal:"Já não vale a pena!...".

E uma vez ou outra, também me afecta esta espécie de nevoeiro da alma, que esconde horizontes e caminhos.

Para esta semana gostaria de ter sempre a virtude da perseverança e que a consciência da fragilidade não me impeça de tentar!

VALEU...POR TUDO DE BOM QUE A VIDA ME CONTINUA A DAR!!!


Como é possível ter passado este tempo e duas coisas tão importantes terem acontecido neste curto espaço de dias!

Até me esqueci de deixar aqui o "habitual" desejo de uma boa semana para todos! As minhas sinceras desculpas!

A 1ª coisa foi ter conseguido juntar as 3 gerações! A Rita veio de Itália, o João Sara e Vasquota de Bragança e o Afonso deixou por uns tempos as suas ideias "fervilhantes" no Porto!

Eu com os meus neurónios que são pródigos em imaginar coisas inesquecíveis, já tinha pensado há muito tempo neste momento, mas vivê-lo é na verdade emocionalmente muito intenso!

Depois, eu e o Vabenne fomos as 1ªs pessoas em Portugal, a recebermos o MG2, com assinatura. Para ser mais explicita deixarei aqui uma passagem do Youtube (para mim, modéstia à parte, só interessa verdadeiramente a partir da 2ª parte...!)



Cada vez acredito mais que um dia, em si, pode ser uma caixinha de surpresa! Por isso quero estar sempre atenta e vibrar, vibrar como se fosse o último!!!

domingo, 18 de outubro de 2009

POLÍTICA SÓ A QUE É PRATICADA EM CASA!

.

Esta música, na altura era revolucionária. Agora, se voltasse a ser ouvida, era reaccionária!!!

A religião catolica marca o tempo com A.C (antes de Cristo) e D.C (depois de Cristo).

Por vezes a "perdiz não tem haver com a perdigota" mas para mim, e para o assunto que quero abordar, acho que tem: na política. A.C. (antes da conspiração- 24 Abril de 1974) eu era "revolucionária", mas D.C.(depois da conspiração), tornei-me "reaccionária".

Sei que vários factores contribuiram para isso e por isso fui-me "moldando". Antes de A.C. vivia em África e onde me foram incutidos o respeito,a igualdade de oportunidades, convivência pacifica com todos, e até mesmo a liberdade de expressão, fossem brancos, pretos, mestiços, ricos, remediados ou pobres.
Posso só dar 3 exemplos para o demonstrar:

- Já fumava nessa altura, uma marca de cigarros SL. Dizia, quando queria, aonde estivesse, mostrando o maço e depois virando-o, Seremos Livres /75.
- Num domingo, no Clube de Pesca estando eu no bar a beber coca-coca ouvi a meu lado, um preto pedindo uma cerveja. A mesma foi-lhe recusada. Perguntei porquê: menina estes pretos só sabem beber. Pedi uma, paguei e entreguei-lhe.
- Todos os que trabalhavam lá em casa ou na empresa do Pai e se ficavam doentes, iam para a clinica e eram tratados pelos mesmos médicos que nós.

D.C. as meninas (Mãe e irmãs) vieram para Portugal (eu estava a estudar na Rodésia e vim mais tarde). O Pai continuou para ver se o "ambiente" serenava mas sempre pensando em voltarmos todos. Até que um dia, um amigo dele, elemento do MPLA o informou que o Pai iria ser preso por acusações sem fundamento e por isso nessa noite ia dormir com ele no Hotel Continental para logo no dia seguinte lhe arranjar um lugar no 1º avião para Lisboa. Trouxe somente as chaves de casa e deixou um cheque assinado mas em branco ao Xavito (já o descrevi aqui) para o que fosse preciso.

No Verão quente de 75 eu e o Vabenne emigramos para Toulouse: era impossível estudar, era impossível trabalhar, a grande maioria era "facista" para quem não era do PC (pro conspiração).
Regressamos num periodo que começou a acalmar e onde apareceu alguém que me fez acreditar: Sá Carneiro.
Depois e novamente desgastada com as crises politicas acompanhei o Vabenne no convite que teve para ir para Macau.
Ai, tive oportunidade de trabalhar como secretária particular de secretários de estado, dos dois quadrantes políticos(equiparado a ministro em Portugal) numa área em que se "transpirava" política.* Aprendi, vi como ela se "faz", como ela é "vivida", como se "moldam" estratégias, notícias e como se "compra" tanto silêncio, tanto compadrio, tanta farsa. Uma experiência que muito me ensinou mas que me deixou totalmente descrente!!!

E assim continuo.
Por isso é que nunca irei aqui comentar nada relacionado com este tema pois, politica, só acredito na que é praticada em minha casa!


* Parece ironia do destino, mas irei explicar como aconteceu!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009




Que bom receber flores!!!

Pelo cartão, foram enviadas pelo meu "anjo da guarda"!

SERÁ A CRISE?

Ando baralhada! Será baralhada?
Baralhada é quando não se sabe o que se quer, o que se tem, o que se diz, o que fazer.

Pois eu:
-sei o que quero;
-sei o que tenho;
-sei o que digo;
-sei o que fazer.

Então que nome se dá a este estado em que se sabe o que se quer, sabe o que se tem, sabe o que dizer e ter tanto para fazer e dar por mim parada?

Será a crise dos "entas"? Espero bem que não pois eu quero acabar os cinquentas, passar pelos sessentas, setentas, oitentas (e por aí fora!) sempre em movimento e com os neurónios fervilhando.

Vou dar um tempinho...

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

DI NORTE A SUL



"Um mundo cheio de dores verdadeiras, pára perante a dôr falsa de um futebolista"
Mia Couto

Tambêm eu muitas vezes "paro" perante alguns sacrifícios que tenho que fazer, por algumas dores físicas que sinto, e mais grave ainda por algum contratempo que me possa surgir.

Sinto vergonha do meu egoismo! Por isso é que não perco a visita ao blog de uma querida amiga, a Diana! Com dedicação, com carinho, com profissionalismo, descreve as suas experiências como enfermeira.

Já uma vez deixei-lhe aqui um selo mas ela merece sempre mais e hoje deixo-lhe esta música porque acho que foi feita para ela.

Bem haja Di!

Obrigado Mike pela música.

domingo, 11 de outubro de 2009

UMA BOA SEMANA

As casas precisam de ser arejadas. E a minha cabeça também: às vezes preciso de abrir as janelas e deixar que o vento leve o mofo que teima em afectar a vida!...

Assim que esta semana abra as janelas para varrer a neblina das preocupações e que o vento consiga agitar as cortinas das dúvidas, que filtram o sol. Que o vento assobie nas janelas que temo em fechar, mesmo que algumas portas batam e no jardim alguns ramos se dobrem!...

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

PARA VOCÊS OS DOIS....




"de amor nada mais resta que um Outubro
e quanto mais amada mais desisto:
quanto mais tu me despes mais me cubro
e quanto mais me escondo mais me avisto"

Natália Correia

UMA BOA SEMANA!



Partiu Mercedes Sosa. Fica a sua luta, os seus ideais. Para quê mais palavras?
Cantem todos por favor!

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

ANEL DE NOIVADO?




Como eu gosto tanto de vos ter cá os dois! Assim mesmo, muito juntinhos!!! (Que parolada, vamos a mudar de discurso...).

O Filippo e a Rita estiveram a passar uns dias cá em casa. Segundo soube foram bem aproveitados pois tiveram tempo de ir a um casamento programado à mais de um ano(!), estiveram com amigos e amigas, passearam, namoraram(sempre), passou os anos conosco e estiveram com a família: nada de stress. Só houve um senão: não conheceram o Vasquinho que resolveu nascer 37minutos depois do avião descolar para Itália! (não estará a começar cedo demais a fazer o que bem lhe apetece?!!!).

Para mim é sempre uma revoada de ar puro que me entra pela casa e a alegria imensa! Pomos a conversa mais que em dia, oiço os seus pojectos, e fico encantada a ouvir, no andar de cima, as suas risadas, os seus cochichos e o italiano amimalhado da minha filha (como se esta língua não fosse já por si tao doce!).

Vivem juntos, têm o seu (deles) gabinete de arquitectura, partilham as suas alegrias e dissabores, distribuem as tarefas domésticas, dividem as suas despesas. O tipico casal dos dias de hoje.

Contudo a Rita desta vez vinha com os olhos ainda mais brilhantes. O Filippo, dias antes, tinha-lhe oferecido, o que no meu tempo se chamava, anel de noivado!!! Desenhado por ele, com muito significado, nada do tradicional anel, mas não deixava de ser...anel de noivado!!!

Ainda dizem que certas coisas do "meu" tempo são balelas? São, são.....!!!!!!!!!!




quarta-feira, 30 de setembro de 2009

A NOSSA PRIMEIRA CONVERSA

Foi assim que começou a nossa primeira conversa! No 1º dia que te conheci estavas aborrecido e portanto não me ligaste muito. Acho que tens razão, Vascota (como te chama o Vabenne), pois primeiro tens que resolver a problemática da barriguinha cheia, como genuino bergantino que és!
Mas depois de solucionado esse assunto, já te encontravas disponivel para pensar: vamos lá conhecer e observar esta avó!

Com o caraças, Vascota, juro-te que estava nervosa! Não sabia se ainda me lembrava como se pegava em algo tão pequenino e precioso ao colo, se irias desatar aos berros pois, mesmo sabendo que ainda só vês sombras, poderias pensar (e com razão), a minha Mãe e o meu Pai são muito mais bonitos ou até poderias sentir o meu coração bater tão forte e pensares: queres ver que ainda lhe vai dar um "treco"!
Mas a natureza está muito bem feita, meu querido! É como a árvore, cresce dá fruto e depois de uns tempos o rebento! Nada se perde, tudo se transforma.

Sei que nos vamos dar lindamente apesar do teu gesto "autoritário" a querer já impôr regras a esta avó Bacouca. És capaz de teres razão depois do que eu te disse e combinamos...!!! (Já temos um segredo só nosso).

Todos os dias penso em ti e todos os dias estou contigo! Podes, a partir do dia 21 deste mês, contar comigo sempre e para tudo, mas mesmo tudo o que quizeres.

domingo, 27 de setembro de 2009

UMA BOA SEMANA

"O mundo é um livro e aqueles que não viajam lêem apenas uma página"
S.Agostinho

Neste dia mundial do turismo, só desejo, nesta semana que se inicia,

viajar por todos os cantos da minha memória,
viajar, no trajecto até ao emprego, e reparar nos promenores que me passaram despercebidos,
viajar, no meu jardim, e descobrir uma flor florida,
viajar pela minha casa e ver quão acolhedora e confortável ela é,
viajar por entre as pessoas e ver que precisam de um sorriso, de um cumprimento.
viajar, viajar, viajar...

Uma boa semana

terça-feira, 22 de setembro de 2009

É DOSE PARA UMA PESSOA SÓ!!!

Queria ter escrito no dia 20 porque foram os anos da Rita. Como eu gosto, houve muito movimento em casa e também quiz aproveitar "tudinho" porque no outro dia ela e o Fillipo iriam regressar a Itália.

No dia 21 não o fiz novamente, porque fiquei em "silêncio" com tanta emoção e confesso que os olhos não deixavam ver de tão inchados que estavam!!!

Quem me conhece bem, sabe que comigo tudo acontece ao mesmo tempo intensamente! Caraças que coração é este que abarca tudo e ainda não estoirou!!!

Vou descrever, por ordem crescente, as emoções que vivi no dia 21.

1º A partida da Rita e Fillipo para Itália. Apesar de dentro em breve estarem cá novamente, não consigo conter as lágrimas de saudade e tristeza.
2º O Afonso, nesse mesmo dia, partiu para os Estados Unidos, mais precisamente para Portand, a convite da empresa Intell. Aí chorei de contentamento e de orgulho.
3º O João a meio da tarde telefona-me a dizer: o Vasco já nasceu! Aí as lágrimas correram-me a fio pela emoção, pelo sentido da vida, pela continuidade da família!!!

Chorar, no mesmo dia, de tristeza, de alegria e de felicidade é dose para uma pessoa só!!!

Haverá um post, para cada um destes três estados de espirito.

domingo, 20 de setembro de 2009

UMA BOA SEMANA

Nesta semana que se inicia, preferia ficar em silêncio. Julgo que me vão faltar as palavra para exprimir o que vai na alma.

Sei que as palavras que eu disser correm o risco de serem pobres sinais para transmitir com verdade todos os meus sentimentos.

Sinto-me por vezes, incapaz de alterar o rumo dos acontecimentos. Em silêncio poderei ouvir, no meio das incapacidades, das dúvidas das questões que não consigo resolver ou esclarecer definitivamente.

Que o meu silêncio se torne fecundo na escuta da verdade.

Uma boa semana!

sábado, 19 de setembro de 2009


É verdade Pai, desde o dia 15 que temos aguardados os dois (seremos só nós mesmos?!!!) o nascimento do Vasquinho.
Era engraçado que ele tivesse nascido no dia dos seus anos e assim teria mais um bisneto na família e ainda por cima rapaz!
Não lhe escrevi nesse dia mas do sítio onde estiver, sabe que falámos muito!
Tudo anda muito modificado cá por este nosso planeta e nem sequer a lua já tem qualquer interferência!
Acho que o Vasquinho, é mais apreciador de água de que de terra (como diz o Vabenne) e portanto irá nascer quando muito bem lhe apetecer: quais semanas, quais fases da lua, qual espera ansiosa da tia Rita e Fillipo (porque têm de partir a 21 para Itália), além de todos nós, para se dar a conhecer!
Será tímido como o Pai dele ou determinado como a Mãe?
O mais importante é que o seu bisneto nasça quando a natureza quizer, e como o seu primeiro neto, seja uma criança feliz e que se transforme com o decorrer dos anos num exemplo a seguir.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009


Como reparei que visitam este meu cantinho, pessoas que nasceram ou viveram em Angola, e dado que nesta altura ando com o tempo super ocupado em aproveitar a estadia da Rita e do Fillipo, ansiosa para ouvir um telefonema dizendo: Avó venha conhecer-me e a experimentar um "shake", para obter uma "mobilidade sustentável" (hoje tão na moda!), lembrei-me de colocar umas fotografias de um hotel no Lobito - o Terminus -, para uns recordarem e outros conhecerem.



Irei, logo que me for possível, debater uma frase minha, e que tenho reparado que não fui bem interpretada: digo e continuarei a dizer, que acho que não se deve voltar a viver nos sítios onde fomos felizes.



O mesmo não quer dizer: voltar a visitar.

Não me importava de voltar a Angola, Rodésia, África do Sul, Tulouse, Macau, Nepal, Tibete, Singapura, Maldivas, S. Francisco, Nova York, etc, etc,etc.



Viver e visitar vai uma diferença muito grande!


Pode ser que fique esclarecida!!!

E agora esta "mensagem":
"Quando te disse que era da terra selvagem
do vento azul e das praias morenas...
do arco-íris das mil cores do sol
com fruta madura e das madrugadas serenas....
das cubatas e musseques
das palmeiras com dendém
das picadas com poeira da mandioca e fuba também...
das mangas e fruta pinha
do vermelho do café
dos maboques e tamarindos dos cocos, do ai u'é...
das praças no chão estendidas com missangas de mil cores
os panos do Congo e os kimonos
os aromas, os odores...
dos chinelos no chão quente
do andar descontraído
da cerveja ao fim de tarde com o sol adormecido...
dos merenges e do batuque dos muquixes e dos mupungos
dos imbondeiros e das gajajas da macanha e dos maiungos.
da cana doce e do mamão da papaia e do cajú....
tu sorriste e sussurraste
"Sou da mesma terra que tu!"









segunda-feira, 14 de setembro de 2009

DESAFIO!!!



A intrepertação desta música fez-me meditar e pensar muito! E como a música é o eco de mim, nos momentos que últimamente me tem sido difíceis irei sempre ouvi-la porque sei que me dará mais uma reserva de força e alegria na esperança!

Caminhar e sentir, que avanço para a imobilidade a que fui perservada há 16 anos e numa altura em que tudo o que se passa à minha volta me torna numa mulher cada vez mais feliz é muito complicado.

Por isso esta interpretação me marcou: vibrar sempre com tudo de bonito, e de bom que me está a acontecer e ir tirando da minha situação fisica o avesso da "medalha", conseguindo pensar que o milagre não faz mudar as coisas, antes lhes dá sentido!

domingo, 13 de setembro de 2009

UMA BOA SEMANA

Chamávamos-lhe, as crianças, "o pobre da tralha". Simplesmente porque andava sempre carregado de mil e uma coisas, cuja utilidade desconheciamos: plásticos, papelão, arames retorcidos, copos de alumínio amassado...

Percorria, dobrado, os caminhos procurando um muro ou valado, sempre que tinha de arrumar a esmola naquela confusão de coisas e loisas.

...O pobre da tralha!...

É assim que às vezes me descubro, carregando canseiras, desilusões, utopias, fracassos. Sobrecarregada!

Quero esta semana,aliviar a minha tralha, para assim ter espaço para o essencial!...

Uma boa semana para todos!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

O PRIMEIRO E O ÚLTIMO.

Neste interregno onde estive agradavelmente instalada na "Herdade dos Salgados", em Albufeira em óptima companhia, houve tempo para por as conversas em dia, rever amigos, apreciar o não ter o relógio no pulso pois tinha todo o tempo do mundo, ler e apreciar da varanda o silêncio da noite em lua cheia só cortado pelo cantar dos grilos.


Sendo um condomínio fechado cheio de apartamentos (piscinas eram 6 e uma interior), o Vabenne escolheu o ideal: o mais longe possível da recepção e virado para a zona exterior onde só existia à frente uma zona toda arrelvada e com sobreiros.


Como os portugueses adoram estar todos juntos e ao molhe, para ver e serem vistos, nós passamos despercebidos e muito sossegados!


Houve um momento que irei guardar como relevante.


Resolvi convidar o meu primeiro namorado para jantar. O Vabenne ouvia falar dele, das nossas conversas tanto por telemóvel como no messenger, por surgir em revistas e num programa da TV e dos encontros que tivemos com outros amigos, sempre que ia ao Algarve sózinha. Julgo que ambos estavam com curiosidade de se conhecerem!


Nesse dia e infelizmente, da parte da manhã, quando saia da piscina, uma rabanada de vento repentina, fez voar um guarda sol dos grandes que me apanha em cheio e que me provoca uma queda violenta de costas. Confesso que fiquei em estado de choque pois se há coisa que eu tenho que evitar ao máximo, são situações que provoquem mais danos na coluna. Claro que fui logo socorrida e transportada ao apartamento num carrinho de golfe.


Isto obrigou-me a estar deitada o resto do dia e a aguardar a vinda de um fisioterapeuta.*


Chegada a hora combinada, e estando eu de "repouso" teve que ir o Vabenne sózinho buscar o meu primeiro namoradinho!

Se já estava contraida com a queda, mais fiquei por estar impossibilitada de "entremediar" as apresentações! (Para quê "inventar" problemas quando eles não existem?!). Apareceram-me os dois tratando-se "tu cá tu lá", como se conhecessem aos anos em que tinhamos iniciado a nossa paixoneta( 45 anos!!!).

Pergunto:
Não consegue uma mulher até "unir" acontecimentos marcantes? A 1ª e a última paixão?
E pessoas civilizadas não é outra coisa?




* Sobre o fisioterapeuta falarei noutra altura.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

FUGI E VOLTEI

Parece e é!

"Fugi" de casa esquecendo-me do computador e do carregador dos telemóveis e "entrei" correndo novamente. Com o Vabenne que é um "freelancer" do caraças convêm ter sempre pelo menos um saco pronto! E eu como sou o verbo "ir" é só ouvir: partir!

Não me interessa saber para onde vou. Confio plenamente e ainda por cima adoro as surpresas!

Foram dias de descanso, de "dolce fare niente", na Herdade dos Salgados em Albufeira. Claro que houve peripécias, coisas para contar pois convem haver um certo"frisson"!!!

Mas como ainda estou ao "relanti" não sei se irá demorar tempo a "engatar" na escrita. E ainda por cima a minha picollina e o Fillipo chegam sexta (dia 11) e eu aguardo a todo o momento: Avó já nasci!

Confesso: sabe bem voltar e dar uma volta pelo cantinho dos amigos bolguistas!!!

domingo, 23 de agosto de 2009

UMA BOA SEMANA

"O tempo é o que dele fazemos"...
Sei que esta frase titula notícia sobre um relógio apresentado como de superior qualidade. Mas sinto-lhe outra dimensão e percebo o que me questiono, neste começo de mais uma semana.

Faço uma série de perguntas:
- Que conto fazer desta semana?
- Vou deixar passar as horas ou vou enchê-las de vida?
- Vou assistir ou vou participar?
- Vou repetir ou vou inovar?
- Vou desistir ou insistir?
- Vou suportar ou amar?
- Vou lamentar-me ou aceitar da melhor maneira?
São muitas as perguntas.

A minha resposta quero que seja: agradecer o dom precioso do tempo; porque é na sucessão quase vertiginosa dos minutos que escolho ou perco a vida...

sábado, 22 de agosto de 2009

O PACIENTE FÁTIMA!






Hoje lembrei-me que em toda a minha vida conheci dois negros que ficaram brancos! Um que marcou uma época da música contemporânea e alterou a encenação em palco com os seus passos fabulosos de dança e outro o meu paciente Fátima!

Na altura e apesar de ser educada num colégio de freiras nunca te perguntei se, sendo tu homem, o teu nome se devia a alguma promessa.

Todos os fins de semana estavas no Clube de Pesca, com o barco pronto para caso eu quizesse, percorrer a Ilha do Mussulo, com um grupo de amigos para fazer sky aquático, mergulho com garrafas de oxigénio ou ver jamantas.

Rias-te muito das nossas quedas e das partidas que faziamos uns aos outros para ver quem se aguentava sem cair, quando te mandavamos guinar o barco de curva em contra-curva com o motor ao máximo (140 cavalos)! Por vezes faziamos dois ou três sky ao mesmo tempo.

Tu nunca tinhas feito sky e eu resolvi que naquele domingo também irias aprender e tirar partido daqueles momentos tão divertidos.

Julgo que ficaste um bocado apreensivo mas o Fátima era o Fátima, marinheiro de quatro costados e portanto não querias perder as brincadeiras daqueles "mininos malucos".

Deite-te as explicações que achei necessárias, os "truques" para não ires logo de cabeça à água e adaptamos os skys aos teus pés. Lembro-te que disseste:

- Xê minina, Fátima nunca calçou sapato tão grande.

O R.M.M. resolveu conduzir e depois de te perguntar - preparado? - arrancamos. Claro que encolheste, já em pé, os braços e caiste. Tinhamos atinguindo a velocidade necessária e eu não te via aparecer à tona da água. Entre o tempo de ver se surgias e o de avisar para parar o barco, decorreram alguns minutos.

Tinhas bebido litros de água, ficaste branco como a cal e porquê? Não tinhas largado a corda e portanto fizeste uma distância considerável debaixo de água. E eu que te tinha pedido tanto para a largares logo, caso caisses.

Quando te perguntei porque o não fizeste respondeste já com o teu sorriso de orelha a orelha:

-Xê minima, assim Fátima não perdeu o barco.

Caraças, quase que ias morrendo branco Fátima!

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

UM SENTIDO DESABAFO

A mensagem que deixei para reflectir durante esta semana parece que foi escolhida de propósito para mim! Eu não acredito em coincidências mas acredito em sinais!!!

Depois de um magnifíco fim de semana em Bragança com os meus filhos ( queria ter a última imagem "in loco" da barriguinha da Sara antes do Vasquinho nascer), regressei a casa cheia de alegria, de projectos, de "ganas" para continuar a aproveitar todos momentos do dia em pleno.

Tinha também, para ajudar, a estadia da minha irmã e programas para fazermos já não cabia nos dias que iriamos estar juntas!

Uma estúpida queda, que na altura não valorizei muito, juntamente com alterações climáticas, deixaram-me com um cansaço fisico que se foi agravando dia para dia.

Tenho que pensar com toda a clarividência, que este mm de medula me vai dificultando cada vez mais a acção, a "jenica" que me era característica, e também "proibindo-me" de fazer coisas que eu tanto gosto. Perder forças fisicas com a cabeça lúcida e com tanto gosto pela vida não é fácil!

Andei "pateando", confesso até mesmo que me deixei abater psicológicamente.

Reli a mensagem várias vezes e pensei: entregar os pontos nunca! Tenho tudo para ser uma mulher feliz:

- um Vabenne insustituível;
- filhos de que tanto me orgulho e que demonstram a quem com eles lida que consegui cumprir a minha função mais importante: Mãe.
- amigos que me rodeiam por todos os lados, não deixando sequer uma brecha no circulo que formam.
- tenho e sinto uma força interior que nunca me abandonou nos momentos que mais precisei.

Não, a vida é para ser vivida em pleno!

Já não posso correr, já não posso dançar, já não posso fazer grandes viagens, já não posso entrar pelo mar sózinha, já não posso organizar festas, já não posso andar sem ser amparada por uma bengala mas,
CARAÇAS
POSSO SORRIR, POSSO CANTAR, POSSO OUVIR, POSSO RECORDAR, POSSO AMAR, POSSO DAR!!!

domingo, 16 de agosto de 2009

UMA BOA SEMANA

"As notícias trazem-me, diariamente, as angústias de todos os recantos do mundo. E, diariamente, penso como são banais os meus problemas e desmedidas as minhas queixas.

A minha fome é, de facto, apenas atraso na refeição-e nunca a ausência forçada do pão de cada dia.

As minhas dores passam rapidamente no médico e na farmácia-e não se prolongam, indefinidamente, na espera de um remédio que nem o tempo traz.

A minha solidão esbate-se nas visitas que faço ou recebo, e nos modernos meios de ver os amigos distantes. Dura, por isso, apenas os minutos de alguma indisponibilidade-e não reflecte o abandono de quem é ignorado."

(extrato de um texto de Pe. João Aguiar)

Que esta semana me mantenha eficazmente atenta e solidária diante das angústias de todos os recantos do mundo!

terça-feira, 11 de agosto de 2009

HISTÓRIA DE VIDA

Quando fiz 50 anos, os meus filhos fizeram-me um pedido, tendo conjuntamente apetrechado-
me com o material necessário para o mesmo: escrever a história da minha vida.
Comecei a fazer a introdução e parei.
Passados 5 anos, o Vabenne reeiterou o pedido dando-me uma "pen" já que seria mais fácil fazê-lo no computador. Recomeçei e parei.
Outro dia, em conversa com o meu médico, o mesmo desafiou-me a contar a história da sua vida. Recomeçei e parei.

Razões para tal pedido? Julgo que serão as seguintes:

Os meus filhos porque ouvem contar momentos inesqueciveis e por vezes difíceis de imaginar que fui protagonista;
O Vabenne porque me conhece desde os meus 15 anos, com quem vivo há 34 anos e que acompanhou e viveu muitos desses momentos dos quais temos elos de muita cumplicidade, carinho, amizade e liberdade.
O meu médico, por quem eu tenho uma amizade e ternura enorme, que me acompanha há 16 anos, porque significo para ele um exemplo de resistência e positivismo.

Depois de muito reflectir decidi: vou recomeçar mas...não quererá o destino que eu pare?!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

RAUL SOLNADO

Para mim partiu o maior cómico português que tive oportunidade de conhecer. Fiquei sem saber como poderia fazer referência a essa perda. Depois de várias "buscas" pelo youtube achei que esta ajudaria a compreender o que é fazer humor com coisas sérias, sem ter necessidade de dizer palavrãos ou asneiras.

Já do meu tempo em África me fazia rir e foi o único que na chamada "primavera marcelina" teve a coragem de dar a cara num programa chamado Zip Zip. Brincar com coisas sérias não é para todos; dizer o importante nas entrelinhas não é para qualquer um; continuar actual não é nada fácil.

Foi um homem que soube viver a sua vida como disse " muito intensa, dura mas saborossissima".

Era querido por todos que privavam ou o conheciam pois tinha um grande coração. E foi esse coração que o fez amar a vida, vivê-la intensamente, fazer rir e rir de coisas sérias, amar e ser amado que o ajudou a partir!!!

domingo, 9 de agosto de 2009

UMA BOA SEMANA!

Ao começar a semana, quero pensar nos muitos homens e mulheres que não têm trabalho. Sei bem que sou eu e todos nós, com a nossa inteligência, o nosso esforço, a nossa solidariedade, que teremos de enfrentar estas situações que fazem sofrer tantas famílias.

Bem sei, também, que, na organização da sociedade, há muita coisa que pode e deve ser transformada pela nossa coragem e capacidade de decisão.

Mas também é verdade que nos sentimos impotentes perante as circunstâncias económicas e as estruturas que regem o nosso viver colectivo.

Irei contudo despertar diáriamente a minha consciência para que me torne mais solidária e que faça tudo o que possa e deva fazer nas circunstâncias da minha vida.

(extrato de um texto de Borges de Pinho)

Conto com todos que queiram comigo transformar esta semana numa onda de solidariedade!

sábado, 8 de agosto de 2009

UMA HISTÓRIA QUE TE VOU CONTAR!!!

Aguardo ansiosa a tua chegada Vasquinho! Dizem que ser Avó é ser Mãe duas vezes e como eu adoro ser Mãe! Agora imagina como estou feliz ao ser em duplicado!!!

Tens uma Mãe e um Pai que tudo têm para te ajudar a ser um Homem que passarás pela vida deixando as tuas pegadas para serem seguidas...!

A mim cabe-me dar-te o meu amor, os beijinhos que te apetecerem, os abraços que quizeres, o ombro sempre que o procurares. Isto sem contar, claro com as brincadeiras, as cantigas e as histórias!!!

Tenho muitas para te contar meu querido! Umas acerca desta tua Avó e outras que ela ouviu a tua Bisavó contar para me entreter, me ensinar brincando ou para me adormecer. Mas há uma que eu vou alterar: a história da cigarra e da formiga!

A idade permite-nos certas coisas e uma delas é dizer aquilo que pensamos: para mim a história está mal contada!!!

" A formiga trabalhava arduamente no verão sem se aperceber dos dias lindos de sol, dos encontros das familias e dos amigos, das paixões que iam surgindo, sómente para ter comida no Inverno. A cigarra dava largas à sua alegria por tudo o que a rodeava!

Chega o (malfadado) inverno e a nossa formiga fechada em sua casa, realmente com a despensa cheia mas "vazia" de recordações, de histórias, de paixões para "aquecer" as noites frias. E a cigarra? Essa estava a fazer uma "tournée" pelo Brasil pois um empresário tinha ouvido a sua linda voz!"

Depois havemos de falar sobre esta versão que esta tua Avó bacouca te irá contar!

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

O DESABAFO MAIS OUVIDO EM PORTUGAL!!!

Hoje tive que ir a uma caixa multibanco e a meu lado estava um rapaz, de uns 24 anos, boné à Cristiano Ronaldo, t-shirt branca com desenho de um team americano de basket e calças de canga a cair pelo rabo. Achei graça ao "puto" e por isso reparei nele. Pensei:

- Deve trabalhar ao balcão de uma casa de artigos eléctricos e vem levantar algum dinheiro, talvez para o tabaco.

Ele lá fez a operação na caixa mesmo ao lado da minha, ouvi o barulho tipico de um talão a sair e oiço-o:
- F....-..
- Ainda não caiu nada não é?
- Não minha senhora, este meu patrão é um chulo mentiroso!
- Deixe lá pode ser que tenha amanhã.
- Carago é todos os meses a mesma coisa. Nunca há dia certo, f...-..! Já nem sequer podemos programar tomar uma cervejola com a garina.

Rimo-nos os dois e lá partimos cada um para o seu destino e eu a pensar: realmente deve ser mesmo f.....!!!

domingo, 2 de agosto de 2009

UMA BOA SEMANA!!!

"Para a semana quando acordarmos muitos de nós partem para um dia intenso de trabalho e actividade. Outros centram-se nas suas casas, repetindo as tarefas do costume. Outros continuam mergulhados na solidão dos dias.

Peço para não me perder na rotina do meu quotidiano. Quero encontrar um sentido no meu agir, um particular gosto nas minhas tarefas, por mais simples que sejam.

Vou escolher como viver o meu dia-a-dia. Porque posso escolher fazer o bem que me é possível. Porque posso procurar, sem descanso, o bem dos que me rodeiam, daqueles que são a razão de ser da minha profissão ou do meu agir.

Quero construir, com as minhas mãos, bons dias para todos os que se cruzarem comigo!"

(extracto de um texto de Maria Vitor)


Uma boa semana para todos!!!

sexta-feira, 31 de julho de 2009

DÚVIDA METÓDICA!!!




Ultimamente tenho dado comigo a interrogar-me sobre esta frase que eu tinha a certeza que era a mais acertada: ter sempre a alegria da esperança.

Hoje em dia pergunto-me:
- Ter sempre a alegria da esperança;
ou
- Ter sempre a esperança da alegria;

Que dúvida metódica que me havia de surgir, caraças! Pode ser que o fim de semana que se advinha me deixe tempo para reflectir melhor ou que alguém me possa ajudar...

quarta-feira, 29 de julho de 2009

A GRAVIDADE DA LEVEZA DAS PENAS!!


A "bisbilhotice", o "diz que diz", o "boato", são como as penas.
Se cair neste "costume" tão habitual entre os portugueses, nunca conseguirei remediar o meu erro. Mesmo arrependida, as penas voaram por todos os lados, levadas pelo vento, e por mais que eu tente apanhá-las nunca conseguirei.
Como isto é tão grave!
Poderei magoar definitivamente alguém, espalhar uma notícia que não corresponde à verdade, denegrir para sempre um facto.
Eu tenho a noção disso. E os outros terão também a noção desta gravidade???

domingo, 26 de julho de 2009

UMA BOA SEMANA

"Esta semana que começa, não peço para caminhar sobre águas...
Peço, apenas, a graça de passos firmes
nesta terra de piso incerto.
Peço que a esperança seja a água do meu caminho,
Para que o desânimo não me vença
e a fadiga seja apenas o peso natural dos dias.
Peço a sabedoria de saber presente nos silêncios
que às vezes me cercam,
como se o mundo fosse só de areia e
eu fosse criança caída do aconchego de um colo...
Peço, esta semana, a força de recomeçar o que a semana passada
deixei inacabado ou esquecido, na omissao das horas."

(extrato de um texto de Pe. João Aguiar)


Deixarei, no 1º dia da semana, um pensamento, uma mensagem, ou um extrato de um texto que me disse algo e que gostaria que preenchesse o meu dia a dia.
Se escolhi foi porque acho que será útil para mim e por isso partilho-o com aqueles que gosto.
Uma boa semana!!!

sexta-feira, 24 de julho de 2009

HOMENAGEM PÓSTUMA


Era ontem, dia 23, que eu queria escrever, mas não consegui.

Assim, deixo um texto que o Vabenne fez para ler, mas que não o conseguiu devido à emoção e choque sentidos na altura. Texto esse que eu só tive conhecimento muito mais tarde.

" Quizeram as circunstâncias que a Mãe Alda ou a "Aldinha"como muitos de nós a conheciamos fosse chamada para o seu merecido descanso. E foi chamada exactamente 10anos depois do Avô Zé, segundo o calendário cristão porque nos regemos, ele também chamado de forma intempestiva e surpreendente.
Temos que compreender e aceitar que tanto a Mãe Alda como o Avô Zé estavam com saudades um do outro. Todos nós aqui sabemos como formavam um casal preenchido pelo amor, grande serenidade e entrega aos seus. Julgo que é desta forma que podemos entender os superiores designios de quem, com mais justeza e compreensão, não se esqueceu de lhes reservar a ambos, à Alda e ao Zé, um lugar de eterno descanso que agora certamente ocupam e onde nos observam com aquela profunda bondade que é, porventura, a mais marcante característica que deixaram para quem tão bem os conheceu, como é o nosso caso.
Peço a todos os que estão aqui presentes mais aqueles que gostariam de aqui estar mas não consguiram, que se recordem daquela atitude serena e bondosa, estruturalmente bondosa, da Aldinha e do seu sorriso lindo que constantemente animava a sua face."

terça-feira, 21 de julho de 2009

UMA PRENDA SIMPLES PARA ALGUÉM TÃO ESPECIAL!

Tanto para dizer e sem saber por onde começar! Mais um ano que eu tenho a felicidade de passar este dia com o Vabenne!!!

Lembro-me como se fosse ontem, a 1ª prenda que lhe dei neste dia, depois de casados. Estavamos em 1975 e viviamos em Toulouse afim do Vabenne puder continuar o seu curso de arquitectura (ano tão atribulado em Portugal). Trabalhavamos num dos melhores restaurantes da zona, ele a lavar pratos e eu a servir à mesa.

Não tinha nada de material para lhe dar e portanto resolvi, correndo todos os riscos de ser apanhada pela Madame Darrouse (má como as cobras) assaltar a grande despensa e escolher a mais bonita e melhor maça que lá havia!

Foi uma prenda tão simples mas que eu na altura queria que tivesse muito significado para lhe demonstrar 3 coisas:

1º- Correria todos os riscos para lhe proporcionar e dar tudo o que pudesse de bom;
2º- A maça porque representava/representa a sedução/tentação que eu gostaria de ser sempre para ele;
3º- Vermelha porque era/é a côr da paixão/amor/amizade.

Depois de 34 anos passados ainda estamos juntos. Acho que posso concluir que o significado da maça foi-se cumprindo!

"Ontem" como hoje posso dizer com toda a certeza: muitos parabêns meu amor!!!

domingo, 19 de julho de 2009

OS MEUS PREFERIDOS!



Peço desculpa pela minha vaidade e orgulho mas este selo vai para dois blogs que me são especiais. Haveria para um terceiro mas esse não tem o seu cantinho pois a sua imaginação não cabe num espaço destes!!!

- www.ritália.blogspot.com: uma corajosa e promissora arquitecta que deixou tudo o que tinha de seguro e comprovado para seguir atrás de um grande amor (hoje ainda há disto!!!);

- www.azimute.net:o mais jovem chefe de divisão de um organismo público, formado em geografia e planeamento regional, que escolheu viver no dito "Portugal profundo", e pautando a sua conduta pelo respeito e apoio ao próximo (hoje ainda há disto!!!);

- o terceiro pode ser lido em jornais, revistas ou youtube: jovem designer de equipamento, de uma empresa topo de gama na área da tecnologia, tendo já no seu curriculum a concepção do desenho do carro desportivo Vinci, do novo modelo do Magalhães, a reformulação de um carro eléctrico noruegues e de baterias eléctricas -rechargingportugal.com- (hoje ainda há disto!!!).

Porque ter filhos bons não tem preço!!!

sexta-feira, 17 de julho de 2009

TRÊS EM UM TAMBÉM EXISTE...!

Hoje tive mais uma sessão com o meu osteopata. São na verdade momentos bem passados e merecidamente pagos o que já se vai tornando numa raridade!!!

E então juntamente com as massagens acrescentar uma dose de auto-estima melhor ainda! Hoje disse-me:

- Bacouca, você tem a medula de uma mulher de 70 anos, uma cara bonita de 50 e a mentalidade de 30.
- E isso tudo junto, metido num "shake" e bem batido o que dá?
- Um desafio interessante para uma mulher como você. Conheço muitas mulheres com uma medula de 30 anos, cara de 55 que é a sua idade, e mentalidade de 70!

Nunca tinha pensado que poderia existir 3 em 1!!!

quarta-feira, 15 de julho de 2009



O administrador da empresa encontrava-se na sala de reunião com um amigo. A sua secretária, apesar de carregada de mil tarefas, resolve levantar-se, bate à porta e pergunta delicadamente:

- Desculpe interromper mas gostaria de saber se o Sr. não quer tomar um cafe?
- Senhor, não - responde-lhe o administrador - Dr.!
- Peço desculpa. Na verdade não me lembrei que doutores há muitos mas senhores há poucos!


(Esta é veridica! Eu sei!!!)

sábado, 11 de julho de 2009

À MINHA IRMÃ

Tivemos a mesma educação, a mesma vida fácil e despreocupada. Contudo os anos de idade que nos separava apesar de ser pequeno, distanciava-nos nessa altura: tinhamos interesses, brincadeiras, disparates e ousadias diferentes.

Eu era toda extrovertida, teimosa, segura, o verbo "ir" para tudo o que fosse divertimento e aventura!

Tu, que tanto davas nas vistas pela tua beleza fisica, eras introvertida, dócil, inteorizavas os teus sentimentos, sempre dependente da "asa protectora" da Mãe e no fundo talvez, "encoberta" pela minha "sombra".

Contudo ambas tivemos as nossas aventuras, fomos estudar para fora, casamos, tivemos filhos.

Tivemos o mesmo ponto de partida mas chegamos a destinos diferentes. Porquê? Oportunidades? Sorte? Ousadia? Ou tudo junto?

Já há muito que a diferença de idades não se sente: falamos de tudo, discutimos, consolamo-nos, apoiamo-nos.

Pergunto-me por vezes se foi tarde mas chego à conclusão que foi no momento certo: és a minha irmã que tanto gosto, que sofro quando sofres e que fico tão feliz quando também estás!

quarta-feira, 8 de julho de 2009

TALISMÃ ESPECIAL!!!

Na clínica tenho um bloco onde aponto tudo o que acho importante para transmitir aos fisioterapeutas.

Ontem ao abri-lo deparei com um trevo entre duas folhas. Meu não era e ali o deixei.

- Boa tarde menina bonita!
- Está boa?
- Dá-me um cigarro?
- Olhe não viu nada?

- Como Luís?(o tal rapaz do meu penúltimo post, "o adiantado mental"). Hoje já vi mutas coisas e você?

- Não viu um trevo de 4 folhas? Sabe que são raros e dão sorte? É para si com quem gosto tanto de conversar e que me dá atenção.

- Para mim Luís?! Muito obrigado!!! Dizem que na verdade dá sorte mas para quem o encontrar.
- E a menina não o encontrou?

Não consegui conter uma lágrima de ternura! O Luís sorriu e lá partiu no seu passo rápido e de cabeça baixa!

Soube depois, que tinha passado por lá sabendo que não me encontrava, e pediu a um fisioterapeuta para o colocar num sitio onde eu o pudesse na verdade encontrar!!!

segunda-feira, 6 de julho de 2009

A PITANGA É DOCE!!!

Hoje vou deixar este selo para a minha querida "Pitanguinha", pois o seu cantinho doce consegue transmitir-me o que eu tão bem compreendo:

- saber manter o espírito de humor mesmo que apareçam contrariedades no caminho;
- a nostalgia de ter tido vivências noutro ponto do Mundo que acabam sempre por deixar transparecer a palavra "saudade";
- escrever coisas sérias em ar de brincadeira e brincar com assuntos importantes que nos fazem pensar.



E o Caetano oferece esta pois ao escrevê-la pensou também nessa Pitanga Doce!!!

O video é antigo mas aguardo ler o manual de 250 folhas para saber colocar música de fundo!

domingo, 5 de julho de 2009

NA VIDA NADA SE PERDE TUDO SE TRANSFORMA!!!

Não sei se por defeito de profissão - secretariado -, se por ter nascido numa terra onde tudo era possível - Angola -, por ter viajado muito como freelancer - aberta ao Mundo e para o Mundo -, tenho facilidade de comunicar e criar laços com as pessoas.

Assim tenho conhecido gente muito interessante e enriquecedora. Mesmo aqueles que a sociedade rotula de "malucos", "indigentes", "pobres de espírito".

O mais recente, o Luís, surgiu de um encontro no café ao lado da cliníca onde trabalho. Um homem de 47 anos, umas das figuras ditas "típicas" de terras pequenas, conhecido pelo "Luís o adientado mental".

Tem o curso de engenharia e de matemática, tirados no Canadá e passados uns tempos e ainda rapaz novo, resolveu regressar à sua terra.

Não lhe deram equivalência a nenhum dos cursos que obteve com notas muito superiores à média. Viu-se confrontado com anos perdidos da sua vida e sonhos desfeitos. Não aguentou e os "fusíveis" fizeram curto-circuito.

Relata-me formulas matemáticas, questiona-me sobre teoremas, coloca-me questões existênciais para resolver ou conta-me episódios da sua vida.

Sempre que estou na cliníca ou no café, faz questão de dizer:
- Boa tarde menina bonita.
- Como está?
- Dá-me um cigarro?
- Vou-lhe pôr um problema para ficar a pensar nele.

Rapidamente parte mas no próximo encontro pergunta-me:
- Já sabe a solução? Não? Então deixo-lhe outro.

E lá parte novamente com o seu passo rápido e cabeça baixa.

Na verdade deixa-me mesmo a pensar pois as questõs que me coloca é de uma pessoa instruída, que pensa na vida mas que por vezes, é preciso decifrar, descodificar devido a uma mente alterada. E quanta gente ri-se e foge dele pois é e será sempre o "Luís o adientado mental"!

Se o Luís tivesse a noção do quanto tenho aprendido: mais não seja de que "na vida nada se perde, tudo se transforma"!!!

quarta-feira, 1 de julho de 2009

OS MÉDICOS TAMBÉM SE ENGANAM!!!




Ao fim de um período de um cansaço exagerado, de um peso enorme nas pernas e costas e de notar dificuldade do andar, o meu neurologista e o osteopata que me acompanham, disseram-me o mesmo:

"-Bacouca você esteve e está há 16 anos com a espessura de 1mm na medula, entre a c2 e a d3. Sempre fez a sua vida esquecendo-se que estava e está presa por um fio. Todos envelhecemos, o nosso corpo envelhece.

A partir de agora a sua fisioterapia será mais focalizada para retardar o envelhecimento percoce desse fio milimétrico mas tão importante que ainda a faz andar, conduzir, enfim ser autónoma."

Pensei logo: nasci, renasci e agora fechou a hora de renovar!

Renovar o meu dia a dia não ultrapassando os limites impostos pelo meu corpo (caraças durante tantos anos eu mandei nele e agora resolve ele mandar em mim), usar bengala quando ando na rua (juro que me dá um ar muito chic!), usar o colar cervical quando guio ou para descansar ( a minha cabeça é pensadora e portanto pesa!), deixar de ter o passo rápido e começar a andar a 40km/h (as joaninhas que eu já vi e que pensava que tinham desaparecido, as florzinhas desabrochando de uma fenda do chão, etc, etc,!).

Tudo isto concordo mas peço desculpa ao meu querido Prof. Dr. António Saraiva e Victor Castro: enganaram-se na contagem!!!

Eu não estou presa por um fio! Tenho, pelo menos mais 4 e um muito pequenino que me vão ajudar: o Vabenne, os meus filhos e o meu neto que vem a caminho!

E há mais que não contei ainda que são os amigos!!!

sábado, 27 de junho de 2009

TUDO TEM DUAS FACES!!!

Há precisamente uma semana fui buscar a minha filha ao aeroporto, vinda de Itália para passar uns dias comigo.

A minha cabeça fervilhava de projectos, os meus olhos sorriam de felicidade ao pensar nos momentos que iriamos passar juntas, o meu corpo era como uma pena flutuando no ar!

Hoje fiz o mesmo trajecto para a deixar no aeroporto para regressar a Itália.

A minha cabeça está vazia, os meus olhos cansados de chorar e o meu corpo pesado, sem força!

Sei que passados estes primeiros dias, em que não a irei acordar com um beijo, em que não ouvirei a sua doce voz ecoando pela casa e não verei o seu sorriso, tudo terá que voltar à normalidade, alimentada pela lembrança dos belos momentos que juntas passamos e pensando já no seu próximo regresso.

Como tudo tem duas faces! Mas entre o saber e o sentir profundamente vai uma distância tão grande que no fundo tanto me ensina a saber ainda mais como a vida é importante!!!

Este post tem a data de 27 quando deveria ser de 26 porque aguardei que soubesse que tinha chegado à sua outra casa. Já passava da meia noite!

terça-feira, 23 de junho de 2009

"3" FOI CONTA QUE DEUS FEZ???"



Cheguei à conclusão que o número 3 me tem acompanhado ao longo da minha vida! Fazendo as contas às coisas que fiz, aos sitíos onde vivi, aos grandes amigos que fiz, às pessoas que me marcaram, etc, etc, lá está o 3!!!

Vou começar de forma aleatória mas mencionando o que me marcou e marca nestes anos que têm sido bem vividos!

- Tenho 3 filhos que me dão alma;
- Amei verdadeiramente 3 homens na minha vida;
- Tenho de entre alguns e muito bons, 3 grandes amigos que sempre estiveram comigo;
- Houve 3 pessoas que já partiram e que me marcaram profundamente;
- Vivi em 3 continentes;
- Tive 3 profissões distintas;
- Tive 3 fases diferentes da minha vida;
- Fiz 3 grandes erros;
- Tomei 3 decisões muito difíceis;
- Fui 3 vezes totalmente inconsciente;
- Vivo o 3 /terço da minha vida;

Com esta "dose" e "quantidade" q.b. (!) que tiveram bons e difíceis momentos não é agora que vou desistir!

Quem me garante que ainda não tenho mais 3 "disto ou daquilo" para acrescentar a esta lista?

Não vou desistir!!!

quarta-feira, 17 de junho de 2009

BALANÇOS



Há quem faça "balanços" no final do ano, outros fazem no início mas eu só os faço quando a vida me pede: sem datas, sem perder o controlo, tentando tirar ensinamentos e reflectindo sobre o que me é colocado. Por isso tenho que abrandar o ritmo para quando der o passo o mesmo seja compreendido e assimilado por mim da forma mais correcta e que me traga, como tem acontecido, compreensão, aceitação, paz! Tenho-me dado bem com este "método" e é por isso que posso dizer: vivo o melhor que sei e por isso sou uma mulher feliz.

Desde que me conheço a vida é algo tão natural!

Desde as minhas primeiras memórias, os acontecimentos, as amizades criadas, os instantes felizes e despreocupados não me "obrigaram" a parar para reflectir o porquê de tanta facilidade, de tanta sorte, de tanta felicidade.

Depois chegada aos 39 anos e num espaço de um mês é-me diagnosticado algo de muito raro e grave. Parei, fiz um balanço e compreendi que a vida tem um sentido e tem que ser muito bem aproveitada! Renasci.

Há um mês o médico que me acompanha disse-me frontalmente, como eu gosto e sempre peço: vamos abrandar Bacouca! Comece a pensar em si, para que todos os que gosta e ama, a possam ter e ver uma mulher feliz, como sempre, pelos anos que se poderá prolongar se tiver a noção exacta da operação a que foi submetida há 16 anos. Você é um ser humano...não é um sobreiro!

Como esta frase bateu forte! Parei, fiz um balanço e mais uma vez compreendi que a vida tem um sentido e que tem que ser muito bem aproveitada! Vivo, o melhor possível, o dia de hoje!

Balanço: estou em paz comigo, vivo em paz com a Vida!!!

quarta-feira, 3 de junho de 2009

AMIZADE PARA A ETERNIDADE

Neste mundo conturbado e vazio de valores, lembro-me muito de ti Xavito! Representas o exemplo de lealdade, sacrificando se necessário fosse, a própria vida pelo amigo. Esse amigo era o meu Pai.


Tinhas um porte altivo(nunca me quizeste dizer se eras filho ou descendente de soba) e os teus cabelos brancos representa na tua raça, uma proventa idade.


Desde que me recordo de mim, sempre te vi lá em casa.


Estavas encarregue de tratar do jardim, dos carros e dos cães. E foi nesta tua função que criaste um elo tão forte com o Pai e ele contigo. Juntos partiam aos fins de semana para a caça às perdizes com o par de pointers.


Foste tu que viste o Pai não conter as lágrimas quando o Pó "marrou" a sua 1ª perdiz! Foste tu que ouvias os seus desabafos, as suas preocupações os seus sonhos, enquanto percorriam a savana africana ao mesmo tempo que estavas alerta para algum perigo que puderia surgir ao Pai. O fim da "jornada" transportavas feliz a perdizes à cintura e quantas vezes, um dos cães ao colo!


Durante a semana e quando tinhas a certeza que as tuas funções tinham terminado é que me deixavas ir para o pé de ti e aí conversavamos: contavas-me lendas, remédios e feitiços, danças e canções da tua terra, peripécia de alguma caçada e terminavas sempre dizendo:

- Menina o patrão devia ser padre.
- Porquê Xavito?
- Porque é um homem bom e justo.


Um dia viste-nos partir para o "puto". O Pai ficou mas em períodos certos vinha visitar-nos e tu ficavas a tomar conta da casa, dos carros, dos cães, na esperança de que um dia voltariamos todos juntos.


Certo dia, ao fim da tarde, tocaram à campainha dois homens com um camião tir.
- O Sr. já não regressa e pediu para carregarmos tudo a fim de mandarmos no 1º barco para Portugal.
- Espera que eu vou buscar as chaves para abrir a porta principal.


Não trazias as chaves mas sim uma caçadeira (uma das que tantas vezes vos acompanhou) e ameaçaste que atiravas ao primeiro que avançasse. Fugiram. O Pai quando regressou soube disto e tu respondeste:
- Patrão eu tinha a certeza que se não voltasse a Luanda eu era o 1º a saber.


Infelizmente um dia o Pai teve mesmo que regressar avisando-te que não sabia quando ou se poderia um dia voltar mas pediu-te:
-Xavito fica aqui a tomar conta da nossa casa.


Soubemos muito mais tarde que o bairro onde viviamos foi destinado à numenclatura cubana e a nossa (tua) casa ocupada por um alto dirigente.


Desta vez nada podias fazer e também tu partiste. Não conseguimos saber se ficaste em Luanda, se foste para a tua terra ou simplesmente se tiveste que te esconder.


Partiste. Pergunto-me se não terás ido ao encontro do teu Amigo e já estaram juntos novamente.

Se assim fôr como fico feliz Xavito!!!