Seguidores

domingo, 27 de junho de 2010

MAIS UMA PARTIDA...

"Sendo metade sofria pelo dobro"
Mia Couto

É amanhã bem cedo, que a Rita parte para Itália. Sendo metade de mim a partir, já sofro pelo dobro.
Porque me custa cada vez mais as partidas dos filhos???

UMA BOA SEMANA

"Apanhar por tabela". Esta expressão é interessante e faz pensar. Há sempre efeitos secundários e quando tomamos remédios queremos saber quais são. Mas na vida, com o que fazemos e dizemos, podemos esquecer os efeitos negativos que isso possa ter em terceiros.

Há muito sofrimento por coisas que não se teve nada a ver, mas de que, por tabela, se foi vítima.

Na família, no emprego, na sociedade há muita gente a apanhar por tabela."

P.Vasco Pinto de Magalhães, s.j.

EU FICO A VER....


Já que ele existe, que a bola continue bem segura!

Soube de pessoas que começaram a trabalhar às 6,00 horas da manhã para acabarem às 14,00e irem a correr para casa, cafés ou jardins públicos assistir ao jogo Portugal-Brasil!

Há algum governante ou governo que conseguisse isto de nós para bem de todos? Não acredito.

Na verdade o Brasil não nos meteu medo! Jogaram de igual para igual e até parece que na 2ª parte, os nossos irmãos andaram um pouco perdidos.

Se continuarmos assim e com a nossa vaidade bipolar, ainda surge na Assembleia uma proposta para alterar o hino nacional. Passaria a ser qualquer coisa como:




Heroís da bola
Nobre povo
Nação valente e imbatível
Levantai hoje de novo
O esplendor de Portugal
......................................


terça-feira, 22 de junho de 2010

NADA DE DISTRAÇÕES...



Como já aqui referi, não sinto nenhuma "vibração"
com este Mundial de Futebol. As razões são muito pessoais.

Contudo não resisti a ver e a torcer por Portugal a jogar contra a Coreia do Norte e a marcar os memoráveis 7-0.

Só peço duas coisas:

- Que a selecção não tenha "arrebentado" com todos os cartuchos de uma só vez;

- E que enquanto um País se encontrava reunido a vibrar e a apoiar a sua equipa, num qualquer esconso gabinete não se aproveita-se uma "outra" equipa para apoiar e vibrar "ideias" descabidas, para "combater"a crise...

segunda-feira, 21 de junho de 2010


19 de Junho de 2010


Memorial de um escritor



"O homem que nunca soube colocar uma vírgula teve direito ao seu ponto final."

domingo, 20 de junho de 2010

UMA BOA SEMANA

"Há um certo pudor em falar de fé. Um amigo dizia-me:" Tenho pena de não ter a tua fé". Que é a fé? Na Bíblia, fé nada tem a ver com crença. Fé, ter fé, é apoiar-se em algo ou alguém.

Se me apoio, se vou buscar a minha segurança ao dinheiro, tenho fé no dinheiro. Há quem vá buscar a sua felicidade ao sucesso, ao poder, à saúde, etc. Têm fé nisso. E eu próprio, em quem me apoio?"

P. Vasco Pinto de Magalhães s.j.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

AS VÉSPERAS DO BAPTIZADO DO VASQUOTA

Este fim de semana, que começa logo na sexta feira, vai ficar para a história dos momentos inesquecíveis e de certeza tão felizes que a família tem passado:

- A Rita chega de Itália para uns dias de férias;
- O João, Sara e Vasquota vêem passar 3 dias;
- O Afonso vai-nos pôr ao corrente da razão que o levou a "levantar" voo e a abandonar de vez, coisas que o prenderam durante uns anos;
- A minha irmã irá participar destes momentos;
- O Vasquota vai ser baptizado.

Para mim só falta o Fillipo (mas vem em breve).

A Fernanda andou a semana numa azafama: fazer compras com base na lista de refeições que elaboramos, fazer camas e ver se nada faltava nos quartos e casas de banho, acompanhar-me para adquirir isto ou aquilo que sempre falha, falar com florista, fazer um ou dois recados relacionados com o baptizado, etc, etc,. Eu adoro todo este reboliço, a organização das coisas mas já não as posso fazer: por isso oriento e dou ordens!

Que feliz que eu estou pelo Vasquota ser baptizado e em Viana. É este o motivo tão forte que vai proporcionar este fim de semana.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

DIA 14 JUNHO

Pensei colocar aqui uma fotografia, uma das leituras que o P. Roque Cabral s.j. fez ou até mesmo digitalizar o convite do nosso casamento. Mas por fim achei que teria mais simbolismo retratar a mão tão cheia do que tenho recebido ao longo destes 35 anos que estamos juntos.

"-Para a saúde e para a doença; para a vida e para a morte".

Éramos jovens quando ouvimos esta frase, mas nenhum de nós a esqueceu. Atravessamos mares e continentes, vivemos altos e baixos, amparamo-nos e criticamo-nos quando necessário, choramos e rimos juntos, cedemos quando era altura e fincamos pé quando foi necessário. Vivemos épocas desafogadas e unimo-nos em alturas criticas. Fizemos loucuras e actuamos em momentos muito sérios. Juntos criamos 3 filhos,fizemos a nossa casa, plantamos as nossas árvores e estamos agora a escrever a nossa história!

E pensar que tudo terá começado , não por uma coincidência mas por um sinal, quando fizemos a viagem de vários dias no Infante D. Henrique, de Angola para Lisboa. Ficamos vários meses a viver no Porto. Contudo nesse período, cada um seguiu o seu caminho e nem sequer uma vez nos cruzamos. Ao ter que regressar novamente a África, desta vez no Príncipe Perfeito, encontramo-nos no deck do barco! Eu desembarquei em Luanda e tu seguiste para o Lobito. Tínhamos iniciado uma amizade que algum tempo depois (nessa altura o tempo era tempo) acabou em namoro.

Continuamos ainda a supreendermo-nos. Hoje, sem eu saber porque, saíste de casa às 6,30h da manhã, percorreste 800Km e regressas-te com um produto que descobrimos à pouco, que me faz bem.

Poderia haver atitude mais gratificante e com mais significado para dar a alguém com quem partilhamos com amor, respeito e amizade a nossa vida há 35 anos???

domingo, 13 de junho de 2010

UMA BOA SEMANA

"Se"...esta palavrinha é muito perigosa. Pode-nos encher a vida de "condicionalismos", e levar a adiar tudo ou a desistir. Se eu soubesse o que se vai passar, se estivesse nessa situação, se fosse mais magro, se tivesse mais dinheiro, se não fosse a chuva... então seria, faria, aconteceria...

Mas só há uma maneira de viver: com o que sou, aqui e agora. O resto é tentação!"

P.Vasco Pinto de Magalhães, s,j.

sábado, 12 de junho de 2010

PITANGA DOCE!!!

Devia mandar umas pitangas, mas como sei que aqui não as encontro tão doces como em África ou Brasil, pensei mandar estes bombons pelo meu Ambrósio, para a minha amiga.
O seu blogue faz hoje 4 anos. Eu sigo-o há 2 anos e na verdade encontro sempre magia que só é possível com uma menina-mulher, uma presente-ausente, uma frágil-corajosa, uma pessoa cima de tudo com o coração aberto para si, para os amigos, para o mundo.

Continue Pitanga Doce, contando as suas partidas-chegadas, as tristezas-alegrias, amores-desamores, porque tudo isso retrata uma vida, a nossa vida!

sexta-feira, 11 de junho de 2010

UM "CHEIRINHO DESTE SITÍO QUE É SÓ MEU...

A piscina, com um desenho muito bonito e bem integrada na paisagem. À noite iluminada, é uma beleza com o ceú totalmente estrelado como "cobertura"!


A zona mais "intima"com uma decoração alegre e agradável. Antes da "salinha" temos o resto.
Uma das salas de leitura e jogos, com com um bar simpático. A vista dá para o terraço e para a paisagem onde impera os diversos tons de verde.|

Caminhos que se pode e deve, percorrer a pé ou de bicicleta, e que fazem parte da propriedade onde se encontra o hotel.

"AQUELE CANTO QUE É SÓ MEU..."

"Aquele cantinho que é só meu e que não conto a ninguém".

Há quem tenha a teoria de que, quando se encontra algo de bom ou onde se sinta bem, não se deve fazer propaganda para que não seja conhecido.

Eu em parte, sou capaz de perceber pois hoje o dinheiro paga tudo e a generalidade das pessoas não sabe apreciar um local pelo sossego, pela beleza mas sim porque é moda. Assim estes locais, cada vez mais raros, passam a ser invadidos por gente barulhenta e incómoda.

Mas eu tenho amigos que merecem saber o gozo e bem que me faz, um dos poucos locais em Portugal, donde vou e saio com as pazes feitas com o mundo: Termas de Monfortinho - Hotel Fonte Santa.

Já uma vez escrevi sobre o mesmo mas focalizei-me mais no conhecimento tão sincero e humano que travei com o Micael, empregado estagiário do Hotel. Soube notícias dele pelos colegas.

Engraçado que passado um ano, os mesmos empregados ainda se lembravam de nós e dos nomes! Isto dá logo a sensação de um local à escala humana e não dos números! E estou certa que, nos meses de Julho, Agosto e meados de Setembro estão" over booking". Mas em fins de Maio e Junho ainda é sossegado, segundo me informou o chefe de mesa, o Sr. José.

A cozinha é muito boa, dirigida pelo Mário, rapaz novo, que introduziu pratos tradicionais com um toque nada exagerado de "nouvelle cuisine". Soube que adoro cogumelos, dirigiu-se à mesa e perguntou-me em que dia contava almoçar para me preparar um menu especial. Claro que só podia ser cogumelos! Que delícia, que delicadeza de sabor e...atitude! Ele até pedia -sugira menus!!! -Olhe hoje gostava para o almoço um arroz de perdiz e para o jantar polvo à lagareiro. - (isto é de um hotel moderno?!!!).

Este ano ficamos num quarto no r/c, mais espaçoso e cómodo para a minha locomoção: a vista espairava-se pelos montes que rodeiam o hotel, mas, como era o piso terreo, estava cercada de relva e arvoredo, ouvindo e vendo, centenas de passáros que ensaiavam, muitas vezes, entrar pela varanda do quarto. Vislumbrava-se a piscina com a sua água azul e que de noite, iluminada ainda se tornava mais bonita.

Desta vez, poucas incursões fiz nos arredores. Fui a Belmonte para me deliciar na sua magnifica pousada, um almoço à base de cogumelos ( naquela zona há pelo menos 12 variedades) e percorri a vila que se encontra bem cuidada na parte histórica. Noutro dia visitei Penamancor. Mas há mais para ver : Castelo Branco, Belgais, Idanha a Velha, Idanha a Nova, Monsanto, etc, que já me eram conhecidas.

Apesar de ter SPA e uma grande variedade de massagens, o hotel tem parceria com as termas,
indicada para vários tratamentos: estômago, intestinos, renites, pele, e uma piscina aquecida para variados fins, incluindo fisioterapia. Este ano resolvi fazer piscina e depois uma massagem com um profissional encantador!

As termas têm um ar muito arranjado, com belíssimo equipamento, profissionais à altura e acima de tudo com uma organização exemplar! Fiquei fã.

Posso dizer: venho com as pazes feitas com o Mundo!

GJ:Trouxe-lhe tudo o que era possível de indicações. Indique-me um sítio no Porto que eu faço lá chegar.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

PARA TI...PARA MIM.


Sei e sinto que muitos amigos e pessoas que eu conheço, estão a passar por momentos difíceis, incluindo-me...

Momentos de luta física e psíquica, momentos de incertezas, momentos de dúvidas, momentos em que acreditamos e damos tanto valor a gestos simbólicos,
em que reparamos como andamos tanto tempo correndo, esquecendo que o tempo é que corre mais depressa!

Lutando contra coisas que não dependem da nossa força de vontade ou sacrifício. Elas irão acontecer: aguardamos só pelo momento!
Sabemos como é mpossível seguir à risca a frase: " vive este dia como se fosse o último". Pura ilusão e falta de experiência de quem não sabes as voltas que a vida dá.

Podemos e isso sim, viver este dia como se fosse o primeiro de uma nova etapa.

Absorvemos da religião católica, sem disso nos apercebermos, que temos que ser exemplo vivo de coragem, de luta, de esperança.

Mas quantas vezes, fraquejamos, e por esse motivo, nos refugiamos, nos isolamos.

Dizemos com sorriso: vou carregar baterias! Vamos é afastar-nos das obrigações, das pequenas preocupações do dia a dia, para encontrar uma maneira de contornarmos e de enfrentarmos o problema.

E conseguimos pois temos amor à vida e a tudo o que ela nos deu!

Regressamos com a alegria da esperança e cantando:

quarta-feira, 9 de junho de 2010

NUNCA É TARDE!!!



O Senhor com 83 anos cantando com as suas netas!
Que belas recordações!

terça-feira, 8 de junho de 2010

....QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA!

Acho que não seria preciso tanto adjectivo, mas tem a desculpa de ser uma mulher do norte!

Mas agora também pergunto: quando normalmente à hora do jantar, que quero estar tranquila com o Vabenne ou os filhotes (quando podem estar cá!),recebo um telefonema de uma menina, com uma voz esteriotipada, fazendo um inquérito, como me apeteceu responder?

Quando batem à porta, normalmente de manhã quando pretendo começar o dia sem stress ou a seguir ao almoço, quando julgo que vou descansar e tocam à campainha com uma lenga lenga já conhecida, para a "oferta" de algo, ou para uma troca de palavrinha, como já me apeteceu responder?

Caraças, sou capaz de a compreender: poderia estar a fazer a digestão de uns jaquinzinhos vendo confortavelmente a sua telenovela!!!

ESTAR PRESENTE


Os blogs para mim são muito importantes pois vamos contactando com amigos virtuais ou não, onde posso escolher aqueles que realmente me interessam na medida em que aprendo, penso, descontraio e me põem alegre!

Quando ligo o computador é a 1ª coisa que vou espreitar! Quais emails, facebook ou outros!!!

Ultimamente noto que os meus preferidos(excluindo o CR eCdaMG) andam um pouco ausentes, cansados ou eventualmente com apatia? Se for isto temos que combater...

E podemos combater sem perder muito tempo, sem longos textos mas deixando algo aos amigos.

Eu tenho um exemplo que acho fantástico! O amigo blogueiro Mike, deixou à tempos uma fotografia, como sempre bonita, a desejar "um bom fim de semana". Só com isso teve 53 comentários!

Pergunto: isto não é inteligência criativa dele e de quem comentou? Eu acho que sim e o mais importante ESTEVE PRESENTE!!!

domingo, 6 de junho de 2010

PARA DESCONTRAIR...

UMA BOA SEMANA

"Precisamos de exemplos, de bons exemplos! Nós gostamos de mostrar aos mais novos figuras que valha a pena admirar, como as que fizeram a nossa história, ou criaram obras que melhoraram a qualidade de vida e promoveram a justiça.

Mas hoje há falta de heróis, de bons heróis, entenda-se! Há um excesso de heróis do futebol, do cinema, da música, etc, mas modelos que ajudem a gostar da vida é outra coisa..."

P. Vasco Pinto de Magalhães

METAM AS VUVUZELAS NO DITO!

Esta será a minha última batalha! Dirigida à F.N.F. Os jogadores não têm culpa nenhuma de como são tratados e pagos. E não prescindir dos 800 euros diários, com o caraças, foi concerteza um dado adquirido e ninguém gosta de perder os seus direitos. E coitados dos rapazes, eles também sabem que "grão a grão enche a galinha o papo".

Agora como é que a Federação arranja tanto dinheiro para que estas personagens, imprescindiveis ao desenvolvimento do meu País, tenham tantas mordomias e ordenados diários que a maioria dos portugueses não ganha num ano?

Será que um António Damásio(neurocientista), um Lobo Antunes (neurocirugião), etc, etc,também ganham o mesmo??? No meu elementar instinto julgo que não pois os outros, os jogadores, conseguem uma proeza espantosa: pôr-nos a vibrar esquecendo todos os problemas, k-out para o difícil momento que se atravessa.

Acho que esse dinheiro só poderá vir da seguinte maneira (e visto às claras porque por meios obscuros sou ingénua...):

- por grupos políticos e empresariais;
- pelos milhares de adeptos que enchem os estádios;
-.numa quantidade inferior pela compra de bonés, cachecol, bandeiras, camisolas e agora vuvuzelas!!!

Para isso há dinheiro! Por favor: metam as vuvuzelas no dito e abram os olhos para a realidade. Aí sim poderia surgir alguma energia positiva.

"Jogadores da Selecção ganham dois ordenados mínimos por dia durante
toda a campanha do Mundial. Os pobres jogadores não prescindiram dos
800€ de pernoita.

Compreendo perfeitamente a decisão do grupo de "heróis nacionais"de
não abdicar da pernoita. Afinal de contas como iriam sustentar-se sem
os 800€ por dia da selecção? Iam andar a correr atrás de uma bola só
para representarem um país querem ver... e a seguir íamos pedir-lhes o
quê? Que soubessem cantar o hino? Andamos muito exigentes.

Todos sabemos das dificuldades que esta malta do futebol passa. Há
dias vi um deles na praia a molhar os pés com as chuteiras calçadas.
Tive pena, confesso. Apeteceu-me dar-lhe um abraço e chorar ombro a
ombro como o Mourinho fez com o Materazzi, aquele moço defesa central
que é um poço de ternura e carinho. Uma cena maravilhosa. Quando vi
Mourinho a chorar voltei a acreditar na humanidade. Depois adormeci e
passou-me.

Há quem tenha visto jogadores da Selecção a passear no Colombo cheios
de remelas nos olhos e com aspecto algo subnutrido. Se os virem por lá
ofereçam-lhes um bolo. Pode ser uma pata de veado. Ou os heróis ainda
nos morrem de fominha nas escadas rolantes. Em tempos de crise há que
ser solidário. Ninguém quer que os jogadores acabem por aí a arrumar
carros.

Contas feitas são 19 mil euros por dia e um total de 720 mil euros em
pernoitas no final da festa que a Federação vai gastar com os
prodígios. E tudo por amor ao país. Agora imaginem se fosse por
dinheiro.

Sem contar com os prémios que cada um recebe caso ganhem alguma coisa
para além obviamente dos 800€ dia para a bica, bollycao e meter uma
moeda naquelas máquinas que têm um macaco lá dentro a abanar-se.
Depois se sair um peluche bonito mandam-no à esposa, provavelmente em
executiva ou num jacto privado.

Numa altura em que se pedem sacrifícios de toda a ordem e feitio aos
portugueses, apertos de cinto constantes com reflexo no pescoço de
milhares de pessoas, famílias à beira da bancarrota, completamente
asfixiadas e sem esperança, os jogadores ricos da selecção de um pobre
país não abdicam dos seus 800€ diários para irem passear à África do
Sul. Sim, eu repito: passear. E ainda por cima com tudo pago em regime
de luxo. Ninguém os obriga a ir. Vão antes com os miúdos à Eurodisney.

Alguns deviam pagar para vestir aquela camisola e não o contrário. A
selecção não é um clube de futebol. Isto revolta-me um bocadinho,
provavelmente não será só a mim, mas não faz mal: se estiverem como eu
soprem na Vuvuzela que isso passa.

Tiago Mesquita (www.expresso.pt)"

sábado, 5 de junho de 2010

NÃO SEI GUARDAR SEGREDO DO QUE É BOM PARA MIM!

Mas eu vou partilhar este sítio, onde estive uns dias a retemperar energias!

O Napoleão, antes de uma grande batalha, tinha um remédio: descansar!

Eu logo que cheguei, já enfrentei duas: ganhei? perdi?. Não sei. Só me basta estar de bem comigo e para isso tenho que agir, reagir.

Não sei bem se ainda irei novamente para a frente de batalha, mas estou certa que, se o fizer, depois nunca mais essas causas me irão preocupar ou pelo menos aqui serão mencionadas.

Até amanhã o assunto fica concluído.

QUERO O MESMO QUE TU!

É injusto querer o mesmo de tu, oh servidor do meu País???

Achas? Também eu porque estando o País (sabes que se escreve com letra grande?) a atravessar o seu pior momento, tu, os teus colegas e outros que aqui faltam, continuam com dispudor (sabes o que é?) a usufruir vencimentos exorbitantes com a ajuda dos nossos impostos (os ordenados não são de empresas privadas).

Façam como o sr. Durão Barroso: fujam todos pois eu não sentiria a vossa falta.

Chamei-te servidor porque na verdade serves-te do meu País: se fosses governante não me obrigarias a escrever de coração dilacerado pensando no futuro que irei deixar aos meus filhos e neto.

Agora no Facebook existe causas para isto e para aquilo. Penso seriamente criar uma com um fim: obter verbas para fazer cartazes, que se espalharão pelo meu País (não te esqueças que é com letra grande), onde será "escarrapachado" os vossos vencimentos.

Assim, nos transportes públicos carregados de funcionários com a marmita do almoço, nas ruas mães a correr para "picar" o livro de ponto pois o emprego é precário, jovens que se vêm sem futuro mas continuam procurando trabalho,muitas vezes inferior às suas habilitações e aceitando recibo verde como uma benção, digam:

- Basta! Vamos limpar Portugal!!!






420.000,00 €

TAP

administrador

Fernando Pinto

371.000,00 €

CGD

administrador

Faria de Oliveira

365.000,00 €

PT

administrador

Henrique Granadeiro

250.040,00 €

RTP

administrador

Guilherme Costa

249.448,00 €

Banco Portugal

administrador

Vítor Constâncio

247.938,00 €

ISP

administrador

Fernando Nogueira

245.552,00 €

CMVM

Presidente

Carlos Tavares

233.857,00 €

ERSE

administrador

Vítor Santos

224.000,00 €

ANA COM

administrador

Amado da Silva

200.200,00 €

CTT

Presidente

Mata da Costa

134.197,00 €

Parpublica

administrador

José Plácido Reis

133.000,00 €

ANA

administrador

Guilhermino Rodrigues

126.686,00 €

ADP

administrador

Pedro Serra

96.507,00 €

Metro Porto

administrador

António Oliveira Fonseca

89.299,00 €

LUSA

administrador

Afonso Camões

69.110,00 €

CP

administrador

Cardoso dos Reis

66.536,00 €

REFER

administrador

Luís Pardal: Refer

66.536,00 €

Metro Lisboa

administrador

Joaquim Reis

58.865,00 €

CARRIS

administrador

José Manuel Rodrigues

58.859,00 €

STCP

administrador

Fernanda Meneses

3.706.630,00 €

51.892.820,00 €

Valor do ordenado anual (12 meses + subs Natal + subs férias)

926.657,50 €

Média Prémios

52.819.477,50 €

900,00 €

Média de um funcionário público

58.688,31 - nº de funcionários públicos que dá para pagar com o mesmo dinheiro

quinta-feira, 3 de junho de 2010

SONHEI QUE...

Por um acaso (eu acho que não há coincidências, há sinais), soube que vinha cá passar uma semana. Estávamos tão perto, tinhamo-nos falado uns dias antes no messenger e telemóvel e portanto, para mim, era certo que teria uns minutos para estarmos juntas.

Muito lhe agradeço os momentos em que vi novamente o seu sorriso, contando experiências da sua profissão o que sempre me encanta pela ternura e humanismo.

Muito lhe agradeço olhar nos seus olhos e ver uma mulher realizada emocionalmente que me deu tanta paz.

Muito lhe agradeço ter partilhado comigo os seus projectos profissionais que vão sempre no sentido de se aperfeiçoar e dar o melhor de si.

Muito lhe agradeço o ter conhecido há uns anos atrás, tratá-la como uma filha e ouvir a sua voz doce chamar-me: Mãe Becas!!!

Foi tudo um sonho... mas eu tinha que o contar!!!

"Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.