Seguidores

sexta-feira, 29 de maio de 2009

A VIDA TAMBÉM TEM DESTAS

Estava ao computador na clínica quando, por detrás de mim, oiço uma voz:
- Boa tarde. Dá-me um minuto para lhe mostrar os artigos que estamos a promover?

Girei a cadeira ao mesmo tempo que também girava na minha cabeça a tão "estafada" lengalenga - É barato Sra. Aproveita! Fica com um.

Em cima da secretária estava um peluche e ao lado um molhe de meias para homem.

Nesse momento olhei para a pessoa e ainda hoje sinto os sentimentos que me invadiram em catapulta: preplexidade, alegria, incerteza.

Ele começou a falar da empresa, o que estava a promover e eu fixava os olhos naquela cara até que consegui reagir:
- Caraças, como é que adivinhou que vou ser Avó? Não me diga que trouxe isso directamente de Macau para me mostrar?

Agora era ele que olhava para mim espantado e só conseguiu articular:
- Desculpe, não estou a perceber....
- Eu até posso estar com mais cabelos brancos e com mais rugas de "expressão" e você até pode sómente ser o irmão gémeo de uma pessoa que conheci em Macau!
-Mas eu estive em Macau.
- Aí sim? Então só pode ser o P.A.!

Neste momento e em milésimos de segundos os seus olhos encheram-se de lágrimas que lhe caiam pela cara abaixo e como foi tão forte o abraço que demos! Tinha-me reconhecido.

Durante uns minutos as perguntas e respostas sucederam-se em alavanche! Trocamos telemóveis e eu comprei-lhe o peluche. Ficava alí o resto da tarde mas os utentes iam entrando e juramos que não voltariamos a deixar passar novamente 20 anos para nos encontrarmos.

Fiquei aturdoada porque revivi tão intensa e rapidamente momentos gravados há muito na minha memória, pela confusão sobre interrogações e neste caso, evidências, das voltas que a vida pode dar e pela emoção que senti e ainda sinto, ao pensar que um relacionamento amigo de 3 anos durou 20 anos sem nunca mais sabermos nada um do outro!

Penso deixar "esfriar" este encontro dando tempo à lucidez para puder descrever, sem que só os sentimentos interfiram, quem é o P.A. Acho que vale a pena!!!

4 comentários:

Pitanga Doce disse...

Bacouca compartilho da tua alegria e espero a história de quem é o P.A que deve ter tanto significado para ti.

bom fim de semana

bacouca disse...

Pitanga,
Tem realmente significado mas acima de tudo dá para nós nos lembrarmos que a vida nos põe pedras no caminho e é preciso apanhá-las para construir um castelo...(citando Fernando Pessoa).
Muito obrigado pela "encomenda" via TGV!
Um beijinho

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Há tempos escrevi l´no Rochedo sobre o reencontro com uma amiga da juventude qu reencontrei 30 anos depois, graças ao blog. Foi bomito e senti uma sensação de inusitada alegria e felicidade

Luz disse...

Bacouca

Me arrepiei!
E como Pitanga e Carlos compartilho de sua alegria.
E como é bom abraçar depois de tantos anos.