Seguidores

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

A NOSSA PRIMEIRA CONVERSA

Foi assim que começou a nossa primeira conversa! No 1º dia que te conheci estavas aborrecido e portanto não me ligaste muito. Acho que tens razão, Vascota (como te chama o Vabenne), pois primeiro tens que resolver a problemática da barriguinha cheia, como genuino bergantino que és!
Mas depois de solucionado esse assunto, já te encontravas disponivel para pensar: vamos lá conhecer e observar esta avó!

Com o caraças, Vascota, juro-te que estava nervosa! Não sabia se ainda me lembrava como se pegava em algo tão pequenino e precioso ao colo, se irias desatar aos berros pois, mesmo sabendo que ainda só vês sombras, poderias pensar (e com razão), a minha Mãe e o meu Pai são muito mais bonitos ou até poderias sentir o meu coração bater tão forte e pensares: queres ver que ainda lhe vai dar um "treco"!
Mas a natureza está muito bem feita, meu querido! É como a árvore, cresce dá fruto e depois de uns tempos o rebento! Nada se perde, tudo se transforma.

Sei que nos vamos dar lindamente apesar do teu gesto "autoritário" a querer já impôr regras a esta avó Bacouca. És capaz de teres razão depois do que eu te disse e combinamos...!!! (Já temos um segredo só nosso).

Todos os dias penso em ti e todos os dias estou contigo! Podes, a partir do dia 21 deste mês, contar comigo sempre e para tudo, mas mesmo tudo o que quizeres.

8 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Muitos parabéns, avó babada!

Alecrim disse...

:)
Parabéns!

bacouca disse...

Carlos,
Babada não, babadssíma!!!
Um beijinho

bacouca disse...

Alecrim,
Só uma avó, pode dizer, que o seu neto, um bebé com 5 dias, é o mais lindo do mundo!
Coisas da vida:)
Beijinho

mike disse...

Bacouca quase rima com babada. (risada)

Anónimo disse...

Sempre adoramos e respeitamos os nossos pais. São eles que, ao longo do nosso caminho educacional, formativo e de cidadania, nos orientam, apoiam e salvaguardam.
Mas, quando somos nós que temos a felicidade de ser pais, tomamos a verdadeira consciência da importância, dedicação e empenho que os nossos pais tiveram para connosco quando foi a nossa vez.
Muito obrigado por tudo.
Saudades,
João

bacouca disse...

Mike,
Só hoje é que vi o seu comentário!
Babada "rima" com tudo!!!
Xi-coração

bacouca disse...

Querido João,
A importância, dedicação e empenho que os pais tiveram e continuarão sempre a ter, com os filhos, é algo tão simples como tudo o que a natureza nos ensina se estivermos atentos! A sua Avó, quando eu punha dúvidas, questões, e para me acalmar, dizia sempre:quem ensinou aos passarinhos a fazer o ninho?
O instinto materno e paterno, o amor e a dedicação fazem tudo!
Um grande beijo