Seguidores

domingo, 29 de novembro de 2009

UMA BOA SEMANA!

Ouvi uma criança com cerca de dois anos e meio dizer para a sua mãe depois de a olhar atentamente: "A Mãe tem fotografias nos olhos!". Se calhar, viu-se a si própria naquele olhar maternal!

Fiquei a pensar o que vêem as pessoas no meu olhar? Será que os meus olhos trazem as marcas mais bonitas do que me é dado ver? Será que na minha cara se reflecte a alegria que sinto quando dou conta da qualidade de tanta gente que me acompanha?

Gostaria que os outros possam ver reflectido nos meus olhos o mais extraordinário de si próprios!

12 comentários:

Ritália disse...

Não sei se vejo nos seus olhos o mais extraordinário de mim, mas vejo sem dúvida alguma o mais extraordonario de si. A sua força, determinação, alegria e até bacouquiçe.
Esses olhos pretos transpiram emoções e tenho a certeza que quem tem o privilégio de conheçê-los, não consegue ficar indiferente a tanta vida num só olhar.

Pitanga Doce disse...

Nem me fales em olhos que há quem me diga que os meus me traem. Não dá para esconder nada! Nem o brilho. hehe

Mike disse...

Também gostava, Bacouca. Mas creio ter de me ficar pelo desejo, menina. :)
Um xi.

Patti disse...

Nós reflectimos sempre muitas coisas para os outros, mesmo que tentemos disfarçar por vezes o que trazemos dentro.

Anónimo disse...

Querida Bacouca
A Ritália tirou-me as palavras da boca e e isso que eu sinto na imensa ternura e determinação do teu olhar
Irradias felicidade alegria de viver que e tao dificil nos tempos que correm
bjo grande

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Quando os olhos são cristalinos, a pessoa que os transporta também...
Há tempos ( antes de ir para fora, deixei um desafio para si lá no Rochedo, mas não tive tempo de avisar...)

bacouca disse...

Ritália,
A vida que diz transparecer nos meus olhos julgo, ou antes, tenho a certeza que se deve a todas as coisas boas que me foram acontecendo o longo da minha vida, e que eu vivi intensamente, tanto nos momentos das "vacas gordas", como nas "magras" (ex. servir à mesa num restaurant de luxo em Toulouse, etc, etc), o marido que escolhi( depois de dezenas de namorados...)dos filhos que tenho (onde você tem um papel fundamental) e os amigos muitos da minha infância e adolescência.
Tudo isso que vem da alma reflece-se nos olhos!
Milles

bacouca disse...

Pitanga,
Os olhos realmente não escondem o nosso estado de espírito mas olha que muitas vezes, a familia e amigos que não estão a ver-me mas que falam ao telefone ou telemovel, também se apercebem na voz. Caraças, não dá para fingir!
Beijo

bacouca disse...

Mike,
Não acredito e digo-o com toda a sinceridade: você transparece aquilo que é e sendo um amigo virtual, digo que acho que já o conheço pessoalmente e à muito tempo: a sua alegria, a sua sensibilidade, a sua malandrice saudavel, se estivessemos frente a frente, transparecia no seu olhar o meu prazer pela vida (que é o seu) a facilidade de rir (que acontece consigo)a pena de não ter os meus filhotes todos à minha volta (o que acontece consigo), etc, etc,
Um grande xi

bacouca disse...

Patti,
É verdade apesar de eu achar que o olhar e o tom de voz nos atraiçoa.
Mas é preciso que o nosso interlocutor esteja atento pois já me tem acontecido, animar e por a rir um amigo e quando ele se despede eu volto a sentir o aperto no coração e a lágrima que teima em saltar...
Beijo

bacouca disse...

Anonimo,
Como já disse, eu tive pilares muito fortes: o mérito não é meu mas dos Pais que muito me ensinaram, da familia que mais tarde constituí e dos amigos. E sabes, por vezes penso que até sou capaz de ser mesmo bacouca pois tento ver mais o lado positivo das coisas...
Beijo

bacouca disse...

Carlos,
Na verdade eu não consigo mentir, Contudo posso omitir...As pessoas que convivem comigo dizem que eu tenho muita facilidade em rir ou sorrir e que até vêem isso nos olhos.
Vou ver o desafio!
Beijo