Seguidores

quarta-feira, 3 de junho de 2009

AMIZADE PARA A ETERNIDADE

Neste mundo conturbado e vazio de valores, lembro-me muito de ti Xavito! Representas o exemplo de lealdade, sacrificando se necessário fosse, a própria vida pelo amigo. Esse amigo era o meu Pai.


Tinhas um porte altivo(nunca me quizeste dizer se eras filho ou descendente de soba) e os teus cabelos brancos representa na tua raça, uma proventa idade.


Desde que me recordo de mim, sempre te vi lá em casa.


Estavas encarregue de tratar do jardim, dos carros e dos cães. E foi nesta tua função que criaste um elo tão forte com o Pai e ele contigo. Juntos partiam aos fins de semana para a caça às perdizes com o par de pointers.


Foste tu que viste o Pai não conter as lágrimas quando o Pó "marrou" a sua 1ª perdiz! Foste tu que ouvias os seus desabafos, as suas preocupações os seus sonhos, enquanto percorriam a savana africana ao mesmo tempo que estavas alerta para algum perigo que puderia surgir ao Pai. O fim da "jornada" transportavas feliz a perdizes à cintura e quantas vezes, um dos cães ao colo!


Durante a semana e quando tinhas a certeza que as tuas funções tinham terminado é que me deixavas ir para o pé de ti e aí conversavamos: contavas-me lendas, remédios e feitiços, danças e canções da tua terra, peripécia de alguma caçada e terminavas sempre dizendo:

- Menina o patrão devia ser padre.
- Porquê Xavito?
- Porque é um homem bom e justo.


Um dia viste-nos partir para o "puto". O Pai ficou mas em períodos certos vinha visitar-nos e tu ficavas a tomar conta da casa, dos carros, dos cães, na esperança de que um dia voltariamos todos juntos.


Certo dia, ao fim da tarde, tocaram à campainha dois homens com um camião tir.
- O Sr. já não regressa e pediu para carregarmos tudo a fim de mandarmos no 1º barco para Portugal.
- Espera que eu vou buscar as chaves para abrir a porta principal.


Não trazias as chaves mas sim uma caçadeira (uma das que tantas vezes vos acompanhou) e ameaçaste que atiravas ao primeiro que avançasse. Fugiram. O Pai quando regressou soube disto e tu respondeste:
- Patrão eu tinha a certeza que se não voltasse a Luanda eu era o 1º a saber.


Infelizmente um dia o Pai teve mesmo que regressar avisando-te que não sabia quando ou se poderia um dia voltar mas pediu-te:
-Xavito fica aqui a tomar conta da nossa casa.


Soubemos muito mais tarde que o bairro onde viviamos foi destinado à numenclatura cubana e a nossa (tua) casa ocupada por um alto dirigente.


Desta vez nada podias fazer e também tu partiste. Não conseguimos saber se ficaste em Luanda, se foste para a tua terra ou simplesmente se tiveste que te esconder.


Partiste. Pergunto-me se não terás ido ao encontro do teu Amigo e já estaram juntos novamente.

Se assim fôr como fico feliz Xavito!!!

8 comentários:

Luz disse...

Que lindo. Fiquei emocionada.
Tive a felicidade de ter uma "Xavita" na minha vida.
Sei bem o valor que isso tem.
Saudades

Lucia

bacouca disse...

Querida Luz,
São pessoas que nos deixam marcas e que recordamos sempre nos nossos bons e maus momentos.
Um beijinho

Pitanga Doce disse...

Atão? Isto aqui nunca mais anda?

Luz disse...

Bacouca,

Ando preocupada com vc....
O que está havendo por ai?
Sinto sua falta.
Beijinhos

Pitanga Doce disse...

Alôôô!!! Truz-truz!

bacouca disse...

Minhas queridas Luz e Pitanga,
Têm razão! Ando em licença sebática dos blogues!
Tem alturas que é preciso "parar" para dar um passo seguro e continuar a "caminhar" firme! Quando assim é eu me "recolho". Foi isso que se passou.
Já estou "caminhando" e a ver se hoje recomeço pois sexta (dia 19) chega a minha filhota, o namorado e os pais dele. Já não estamos juntos há 6 meses!!!
Um grande mas mesmo grande beijo para vocês

janocas disse...

como soube bem ouvir essas palavras de alguem que foi tao especial para nos todos. Tens o dom de conseguir ver o Chavito a minha frente
Ainda bem que começaste a caminhar e a tua força e um exemplo enorme para mim
um bjo grande
janocas

bacouca disse...

Querida Janocas,
Não seria uma "injustiça" não encontrar essa força que falas, quando tenho filhos, marido, irmã, sobrinhos e amigos a apoiar-me? Aproveito tudo e portanto aproveito esse importante "empurrão"!!!
Ainda bem que, em poucas palavras consegui que "visses" o Xavito à tua frente! E tu que também gostavas tanto dele!
Um beijo grande