Seguidores

quarta-feira, 29 de julho de 2009

A GRAVIDADE DA LEVEZA DAS PENAS!!


A "bisbilhotice", o "diz que diz", o "boato", são como as penas.
Se cair neste "costume" tão habitual entre os portugueses, nunca conseguirei remediar o meu erro. Mesmo arrependida, as penas voaram por todos os lados, levadas pelo vento, e por mais que eu tente apanhá-las nunca conseguirei.
Como isto é tão grave!
Poderei magoar definitivamente alguém, espalhar uma notícia que não corresponde à verdade, denegrir para sempre um facto.
Eu tenho a noção disso. E os outros terão também a noção desta gravidade???

6 comentários:

Mônica disse...

Sou amiga da Lisa e resolvi dar uma passadinha.
Este texto me fez lembrar de uma confissão comunitária sobre o pecado de falar mal dos outros. Desde o momento que falou jamais vai conseguir apagar a fofoca e reverter a situação. As penas não serão catadas todas. Só algumas. Eu sempre lembro das penas antes de dizer uma asneira e mesmo assim a gente ainda diz sem querer de vez em quando.
Com carinho Monica

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Nem sempre, nem sempre...

bacouca disse...

Monica,
Amigo de amigo tem abrigo e espero vê-la neste meu cantinho! Fico contente!
É verdade que sim Mónica, ainda dizemos coisas que nos saem no chamado "momento a quente": uma palavra mais dura, uma resmunguice, um disparate. Essas são por vezes também difíceis de esquecer. Agora a bisbilhotice, o boato, é que nunca se apanha. Se espalha com o vento e num ápice!!!
Um beijinho

bacouca disse...

Carlos,
Todos nós sabemos como muita gente "se alimenta"... Até a escrever se altera o sentido de uma frase! Por exemplo: uma vez fui contactada por um jornalista que me pergunta - o Sr. Sec-Estado acaba de tomar posse e já vai a Lisboa? Vai em serviço? Eu repondi-lhe: Concerteza que vai em serviço.
Sabe como apareceu a notícia?
" O Sr. Sec-Estado X acaba de tomar posse à uma semana. Parte hoje para Lisboa. Contactada a sua secretária particular, a mesma nos informou: "concerteza" vai em serviço.
Espectacular hem?
Destas você deve conhecer muitas...!
Um beijinho

Luz disse...

Gostei da analogia.
Vou usar.
Beijinhos e um abraço bemmmm carinhoso

bacouca disse...

Luz,
Esta Bacouca Pensa nas coisas corriqueiras mas que podem ser tão graves. Começo sempre pelo simples para chegar ao complicado. E começo sempre pelo que não gosto para "saborear" o que gosto no final!!!
Um beijinho cheio de carinho