Seguidores

sexta-feira, 24 de julho de 2009

HOMENAGEM PÓSTUMA


Era ontem, dia 23, que eu queria escrever, mas não consegui.

Assim, deixo um texto que o Vabenne fez para ler, mas que não o conseguiu devido à emoção e choque sentidos na altura. Texto esse que eu só tive conhecimento muito mais tarde.

" Quizeram as circunstâncias que a Mãe Alda ou a "Aldinha"como muitos de nós a conheciamos fosse chamada para o seu merecido descanso. E foi chamada exactamente 10anos depois do Avô Zé, segundo o calendário cristão porque nos regemos, ele também chamado de forma intempestiva e surpreendente.
Temos que compreender e aceitar que tanto a Mãe Alda como o Avô Zé estavam com saudades um do outro. Todos nós aqui sabemos como formavam um casal preenchido pelo amor, grande serenidade e entrega aos seus. Julgo que é desta forma que podemos entender os superiores designios de quem, com mais justeza e compreensão, não se esqueceu de lhes reservar a ambos, à Alda e ao Zé, um lugar de eterno descanso que agora certamente ocupam e onde nos observam com aquela profunda bondade que é, porventura, a mais marcante característica que deixaram para quem tão bem os conheceu, como é o nosso caso.
Peço a todos os que estão aqui presentes mais aqueles que gostariam de aqui estar mas não consguiram, que se recordem daquela atitude serena e bondosa, estruturalmente bondosa, da Aldinha e do seu sorriso lindo que constantemente animava a sua face."

7 comentários:

Lisa Nunes disse...

Bacouca querida

Para todas as coisas tem um tempo, tempo de nascer, tempo de viver, tempo de sorrir, tempo de chorar, tempo de ficar triste, tempo de adoecer, tempo de sarar, tempo de morrer.. é assim desde o princípio e assim sempre será.
Por mais que venhamos a sentir falta dessas pessoas queridas, também sabemos que elas cumpriram sua missão e agora vão para outro patamar.

Lindo seu post, sua homenagem a Aldinha. Como você disse, ela deve estar sorrindo ao lado do Sr.Zé neste momento, e portanto feliz com esse reencontro.

UM BOM FINAL DE SEMANA PARA TI, com tudo de bom.
Beijim

Anónimo disse...

fiquei muito emocionada com as palavras do Vasco e como ele descreve bem os Pais
As saudades sao grandes mas tenho a certeza como o Vasco disse que estão ao lado um do outro como sempre o tiveram
um grande beijo ao Vabenne e outro para ti
bom fim de semana

bacouca disse...

Lisa,
A partida de pessoas que nos são tão especiais deixa uma saudade enorme que com o tempo vai crescendo. Contudo podemos transformar a dor em felicidade sabendo que onde estiverem estão bem. São os meus anjos da guarda e guardo recordações únicas que passei com eles e que tanto me deram!
Um grande beijinho pela sua mensagem sentida.

bacouca disse...

Minha querida,
Sabes como o Vabenne adorava os Pais. Ele sentiu e sente também muitas saudades mas sabe que eles estâo bem porque merecem. E nós as duas tambêm.
Um grande beijo

Anónimo disse...

Minha querida!

Também eu, tal como a J., li com lágrimas nos olhos as palavras do Vasco, embora saiba que a Tia Alda e o Ti Zé estão bem e juntos um do outro, abençoando-vos e protegendo-vos como sempre o fizeram enquanto estiveram connosco. São lágrimas de saudade, pois que os conhecia não podia deixar de gostar deles. Um grande beijo para vocês.
Luisa

bacouca disse...

Luisa minha querida,
Que bom ver-te aqui e sei que mesmo visitando o meu cantinho, já escreves muito durante o dia e portanto ficas-te só pela leitura!
Por isso é que a tua mensagem tem tanto significado e por isso muito obrigado!
Tu amiga desde a adolescência, conhecia-los bem. Como eles gostavam de vocês e ficavam tão contentes quando dizia: vou a casa da Tia e Tio Mexia: sabiam que aí eu estava bem!
Um grande beijo

Luz disse...

Bacouca meu amor

Linda , linda a mensagem e o post.

Fiquei feliz em saber e sentir que estão na mesma " tribo" do meu papai.
Cheios de luz.

Beijinhos