Seguidores

quarta-feira, 1 de abril de 2009

AVÓ É SER MÃE 2 VEZES!



Este fim de semana foi preenchido com a vinda do "Foquinha" e de "Mamãe e Papai". Como todos ficamos felizes por ver a barringuinha tomando volume!

Ainda é pequenina pois o "feijãozinho"(não há masculino nem feminino e como ainda não se sabe o sexo chamo-o assim!) tem três meses, mas sei que está no melhor "spa" do Mundo!

É fantástico como algo que ainda está para nascer, me põe tão entusiasmada e rejuvenescida ao ponto de, no meu subconciente ter tido a necessidade de descrever em posts anteriores, os meus 3 "rebentos". Será porque como dizem: avó é ser mãe 2 vezes?

Tenho desde já a certeza, que receberei a notícia do próximo como se fosse a 1ª vez: sempre com a mesma alegria!

Quero seguir o exemplo dado pela minha Mãe: não tinha preferidos, era educadora e acima de tudo uma companhia que todos os netos adoravam pois quando estava com um ou mais, o tempo era-lhes dedicado: do trabalho fazia brincadeira, da brincadeira educação, da educação regras e das regras uma amizade e um respeito muito grande!

15 comentários:

Luz disse...

Curta cada momento.
Ser avó deve ser muito mais que ser mãe duas vezes. É ser mãe sem pressa, sem ansiedade, com doçura, com ternura enfim, parabéns em dose tripla.
Beijinhos

Anónimo disse...

ola
adorei
podes crer que se é Mae 2 vezes, so quero seguir o exemplo da Mae que descreves que por sinal tb foi minha
bjos

Patti disse...

E são tão importantes os avós para os netos. Eu que o diga e felizmente a minha filha também.

di disse...

:)

este post deixou-me feliz.
Não tenho qualquer duvida de que será uma maravilhosa avó. Cheia de amor abraços e beijos.
nao me canso de sorrir*
Parabens mãe/avó Becas**

Pitanga Doce disse...

Já começaste a fazer os cueiros com pontinho de cochê? É uma delícia ter aquela flanela tão macia entre as mãos e saber que servirá para aquecer um ser tão amado! E depois ficamos a imaginar a carinha entre a mantinha.

Que bom que podes partilhar de tudo! Comigo já não foi assim.

bacouca disse...

Luz,
Realmente penso que estaremos com muita mais disponibilidade, tranquilidade e o facto de rever nos netos os nossos filhos faz "redobrar" a grande ternura, ligação e amor que tivemos com eles!Depois "the last but not de laest" são a nossa continuidade!
Beijinho

bacouca disse...

Anónimo
Penso que tu, se és quem eu penso(!) já és avó e já sabes a sensação!
Que consigamos transmitir a imagem que os nossos filhos guardam da Avó que tiveram a felicidade de ter! Que felicidade me dá ouvi-los, já adultos relembrá-la com tanta saudade, com tanta ternura e tanta amizade, desde a infância até ao dia que ela partiu. A isso é que eu chamo deixar uma inegulavel herança de família!
Um beijo muito grande.

bacouca disse...

Patti,
Acho que a importância dos Avós, e neste caso da Avó é extremamente importante e mais ainda nos dias de hoje: transmitem recordações que perduram, alegrias que alimentam e valores que não se perdem, por mais voltas que o Mundo dê.
Feliz da Patti e da Beatriz por isso!

bacouca disse...

Querida Di,
Acompanhou de perto esta vontade que sempre tive de um dia ser avó. E também foi a 1ª pessoa a saber, fora do "núcleo duro" porque papai e mamãe só a partir do dia 7 de Março é que transmitiram ao resto da família e amigos!
Quando o "feijaozinho" me agarrar, pela 1ª vez, com a sua mãozinha o meu dedo...caraças é para sempre!
Muita coisa não conseguirei fazer como a avó Custódia mas muitas outras irei fazer!
Um grande beijo minha querida!

bacouca disse...

Pitanga,
Eu partilho isto só porque Deus deu essa sorte a "papai e mamãe" e eu quero tirar o maior partido. Sei que, minha querida, tem outras coisas também muito boas e felizes para partilhar.
Ainda não fiz nada mas mesmo antes de saber que seria avó, neste Natal comprei uma "toilete" como eu usei com os meus, nos 1º tempos: em pikê com corpete e saia. Lembrei-me que eram óptimos para mudar as fraldas. No Natal anterior, um conjunto de bonequinhos de madeira que já é muito difícil de encontrar. Futura avó bacouca. Não gosto de planear com muito tempo mas isto eu pensei com antecedência!!!

Vilma disse...

Pelo ue eu vejo das avós da minha filha, é sem dúvida alguma, uma experiencia dupla!
Como uma vez li e que gostei muito:
aprendemos a ser filhos, quando somos pais e aprendemos a ser pais, quando somos avós! :))
Beijinhos e obrigada pelas suas sempre palavras especiais!
DTA

Pitanga Doce disse...

Já está lá o que pediste. Só não respondo a todos agora porque é tarde e os olhos piscam.

boa noite

Anónimo disse...

"Vóvó obrigada por gostar tanto de mim!!!em Setembro vou-lhe dar o primeiro sorriso e a vóvó vai pegar comigo ao colo e com essa voz doce,vai ensinar-me a crescer com o seu exemplo!! até breve vóvó!!!"

bacouca disse...

Vilma,
Muito obrigado pelas suas palavras.Na verdade também já tinha ouvido essas frases mas não há nada como vivê-las!
Há quem pense que ser Avó representa acima de tudo um estado avançado na idade, ao qual se chama "idosa". Para mim são tretas pois a idade está no espírito e na maneira de ser da pessoa!
Um beijo e tenho um gosto de a ver por aqui.

bacouca disse...

Oh "feijãozinho", a "Mamãe e Papai" andam tão babados e a nós deram-nos uma enorme alegria! Esta "ante-estreia" dos nossos futuros diálogos me deixou muito comovida!
Sabe o que eu gostava "feijãozinho" antes de ver o seu primeiro sorriso? Ouvir o seu primeiro berro, quando sair desse Spa maravilhoso!Berro esse que quer dizer: já que não posso continuar lá dentro, cá fora vou mostrar a minha garra para a vida!
Conta comigo!!!