Seguidores

sexta-feira, 7 de maio de 2010

LIVE CHANGES. WHEN IT STOP YOU ARE DEAD















Já tive várias mudanças na minha vida. De todas elas consegui tirar ensinamentos que me fizeram crescer e enriquecer como ser humano.

O dia 7 de Maio de 1993 foi um dia que assina um acontecimento marcante na minha vida (não irei novamente descreve-lo pois quem visita este canto pode ver os posts onde é mencionado:

-Há na vida momentos que não se esquecem - 07/05/08;
-Renascer - 07 /05/09;
-Três em um também existe - 17/06/09;
-Sentido desabafo - 21/08/09;
-Os médicos também se enganam - 01/07/09;
- Há na vida coisas que não se podem substituir - 23/01/10.

Desde Maio de 2009 ando a "observar" a mudança que se tem operado no meu estado físico, atenta aos sinais, aos avanços e recuos neste processo de mudança de mobilidade. Foi um processo difícil, de sofrimento pelas capacidades que ia perdendo, de tristeza por já não poder fazer determinadas coisas, pela impotência perante certas coisas que a vida ainda me queria dar, pela preocupação que poderia ser para aqueles que amo, pelo medo da dependência total. A espiral ia crescendo e eu, tentando esconder de todos, ia lutando escondendo-me, para fugir dela.

Precisamente um ano depois, neste mês que eu tanto gosto, apercebi-me que tinha terminado o luto: aceitei as condições que me eram pedidas, pensei que o que a vida já me tinha dado dava para preencher várias vidas, e que agora teria que iniciar nova mudança, a qual, se eu quisesse continuaria a ser uma mulher feliz, com novas experiências e vivências também enriquecedoras!!!

Tenho a certeza que, andando de andarilho ou de cadeira de rodas, serei sempre a mesma Bacouca ou quem sabe...até melhor!!!

2 comentários:

Anónimo disse...

Querida Bacouca
Na vida temos altos e baixos e tu foste-te abaixo de repente, ou seja começaste a pensar naquilo que nao te deixava ver como e bom viver o presente.
Fico contente de ja teres feito o luto, e só uma pessoa corajosa como tu é que anda para a frente.
Força pois aqueles que te amam torcem por ti.
Beijos
Janocas

bacouca disse...

Minha querida,
Ver fazer mudanças na casa,para a hipotética cadeira de rodas (que aí está ao lado de bicicletas e moto) sentir perda de forças e saber que o prognóstico é caminhar para a tetraplagia, não é "pera doce"! Mas agora o luto está feito e sabes que não sou de entregar os pontos. Como disse B.Brecht" Temam menos a morte e
mais a vida insuficiente".
Caraças para a frente é que é o caminho!
O apoio é muito importante e sem o teu já não passo,hehehe
Beijo grande