Seguidores

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Num dia 7 de Maio, a Rita e o Filippo "descobrem-se" depois de dois anos a conviverem tanto em Ferrara como no Porto.

Ainda tiveram uns fins de semana, em que um ia a Itália e outro vinha a Viana pois tinham as suas vidas programadas nesses locais, mas a certa altura alguém tinha que partir.

Claro que o clã Cameira, de norte a sul, espalhou os seus conhecimentos para arranjar emprego para o Filippo. Entretanto em Itália a família Conti fazia o mesmo. Ganharam!!!

A Rita partiu: deixou casa, emprego, amigos e família para começar uma nova fase da sua vida.

E sozinha enfrentou obstáculos, contornou dificuldades, afirmou-se no mundo de trabalho. Teve as suas dúvidas, desabafou os seus medos mas, com persistência e determinação, nunca cruzou os braços perante os seus objectivos.

Neste momento tem a certeza que a mudança pedida só podia ser essa e eu, com muito orguho posso afirmar: bravissima ragazza.!!!

* O mais alto é o Vabenne...

2 comentários:

direitinho disse...

Há mudanças que vieram por bem mas outras foram utopias sem raízes nem futuro melhor.
Parabéns pela menina que se dispõe a vencer. Dá-nos um toque na alma quando eles sabem lançar-se no mundo do trabalho com responsabilidade.
Sei isso pelos meus.

bacouca disse...

Obrigado pela sua visita e palavras.Concordo que houve mudanças que foram uma utopias e que originaram novas mudanças..
É reconfortante quando eles sabem usar bem as asas que lhe criamos.
Até breve.
Vou visitar o seu cantinho.