Seguidores

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

RAUL SOLNADO

Para mim partiu o maior cómico português que tive oportunidade de conhecer. Fiquei sem saber como poderia fazer referência a essa perda. Depois de várias "buscas" pelo youtube achei que esta ajudaria a compreender o que é fazer humor com coisas sérias, sem ter necessidade de dizer palavrãos ou asneiras.

Já do meu tempo em África me fazia rir e foi o único que na chamada "primavera marcelina" teve a coragem de dar a cara num programa chamado Zip Zip. Brincar com coisas sérias não é para todos; dizer o importante nas entrelinhas não é para qualquer um; continuar actual não é nada fácil.

Foi um homem que soube viver a sua vida como disse " muito intensa, dura mas saborossissima".

Era querido por todos que privavam ou o conheciam pois tinha um grande coração. E foi esse coração que o fez amar a vida, vivê-la intensamente, fazer rir e rir de coisas sérias, amar e ser amado que o ajudou a partir!!!

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Fiquei sem palavras quando ouvi a notícia na manhã de sábado. Só ele me faria escrever um post, num sábado de Verão.

bacouca disse...

Carlos,
Eu só ouvi a notícia no sábado à noite e vim logo para o computador para dizer algo. Esta maquineta palerma não me deixava entrar e por isso não fiz o post no próprio dia.
O que importa é que todos nós que temos fama de ter memória curta nunca nos esqueçamos deste Homem.
Já li também o seu.
Um beijinho