Seguidores

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

SIMPLIFICAR /COMPLICAR!

Estamos no mês do Natal. Para os cristãos é uma data muito importante pois é o mês do nascimento de Jesus.

Eu pessoalmente gosto imenso desta época pelas recordações que guardo, pela continuação do encontro da família e amigos, pelos preparativos da casa, que a torna muito mais quente e acolhedora, pela correria das compras e pela alegria da noite da consoada. O encanto é tal que o bacalhau, as couves, as batatas, o bolo rei, etc, têem até um gosto especial!

Contudo nunca me deixo de recordar uma redacção que as freira do Colégio S.José de Cluny, em Luanda, nesta altura tinham por habito mandar fazer. É preciso dizer que isto passava-se há 40/45 anos atrás.

Explicavam com todo o seu pudor, como foi anunciado a José e Maria que ela iria ser Mãe. Queriam explicar com tanta simplicidade, sem levantar muitas perguntas que acabavam por complicar tudo!

Um dia, por altura deste mês a minha Mãe foi chamada ao colégio pois a Irmã Superior teria que a alertar para as companhias e conversas que a minha irmã João poderia estar a ouvir e que eram um atentado contra o seu bom nome e educação.

-Imagine que na redacção feita pela Maria João, ela descreveu assim a anunciação:

"Um anjo apareceu a Maria e José dizendo que ela ia ser Mãe pela obra e graça do Espírito Santo. José pensou logo que a sua mulher andava com outro homem e saiu de casa. Maria assustada e não percebendo o que se estava a passar foi para casa da sua prima."

Claro que a Mãe disse que iria conversar com ela e explicar-lhe de outra forma. A risata foi geral lá em casa e correu pelas meninas mais "malandrecas e sabichosas" do colégio.

Quanto à minha irmã não foi fácil explicar-lhe isso do Espírito Santo que o pobre do José nem sequer conhecia!!!

2 comentários:

Anónimo disse...

ola querida Bacouca
todos os dias quando aqui chego venho ao teu blog
tambem me lembro dessa passagem que me fizeste mais uma vez recordar
beijo grande

bacouca disse...

Querida Janocas,
Andavas com más companhias ou os filhos dos americanos que por lá andavam, fazendo já skate e bebendo coca cola, ensinaram-te umas coisinhas...que te levaram a pensar no pobre do José atraiçoado?
Nós eramos peritas a pôr a cabeça à roda daquelas freiras...
Beijo grande