Seguidores

domingo, 24 de outubro de 2010

FIEL FAGUNDES...




Como sou tão frágil,como me deixei invadir por uma saudade tão grande que nao me deixou escrever durante dias...

Foste um companheiro durante 14 anos e para o final já havia uma cumplicidade que só nós os dois entendíamos.

Não falávamos mas muitos momentos passamos juntos e muita companhia tu me fizeste,deitado aos meus pés. Bastava eu levantar-me para tu, que quase não vias, te levantares para me facilitar a locomoção.

De manhã,ouvias o barulho do andarilho e imediatamente te aproximavas do "nosso" cantinho. Nunca me esquecerei o dia em que cai no jardim e que tudo fiz para me levantar sozinha. Como sempre estavas a meu lado e com a tua cabeça, fazias força no meu ombro para me ajudares.

Não conseguimos, meu fiel amigo e, eu chamando e tu ladrando, alertamos o Vabenne que veio ajudar... E 2 dias antes de partires, eu levantei-me sem grande barulho e fui até ao meu outro "cantinho" na varanda. E já sentada lá fora apreciei-te: acordaste e não sentindo o meu cheiro, tentaste juntar-te a mim querendo passar pelo janelão. Estava fechado (por acaso nem era habitual), recuaste e foste "tacteando" até te juntares ao meu pé.

Imagino o esforço que fizeste e sempre fazias para estar atento, com as tuas capacidades já debilitadas.

Sei que te foi sempre proporcionada uma vida digna e com dignidade terias que partir! Este espaço é meu mas sei o quanto sofreu toda a família.

A mim, além da tua presente companhia, conseguiste que eu ficasse a pensar mais profundamente, o quão tão frágil é a condição física...

7 comentários:

Dreamer disse...

Já tive três cães e na morte de todos eles sofri muito. Mas fica a recordação dos momentos bons que passámos juntos. Compreendo a sua dor.

Luísa disse...

São amigos que não nos questionam, Bacouca, e por isso fazem tão boa companhia. Um beijinho.

Laura disse...

Oh e eu postei sobre o meu sahaka que é tão querido para mim...

Não sabia que tinhas perdido o teu ão ão.

Um beijinho e abraço apertadinho da laura..Nunca mais te vi nem respondeste ao mail..então?' laura

Laura disse...

Agora entendi o porquê de não andares por aqui..desculpa nina...dó sempre quando se perdem os companheiros queridos.

um beijinho, laura

bacouca disse...

Dreamer,
Como nos afeiçamos aos nossos animais! Foi a perda e foi também ver a fragilidade da vida e decidir: termina mas com dignidade.
Beijo

bacouca disse...

Luisa,
É mesmo! Não questionam, não se melindram, aceitam o silêncio!
Um beijo

bacouca disse...

Laura,
Foste a 1ª a eu responder! Agora vais "aturar-me" se Deus quizer!
Beijo