Seguidores

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

PARABÉNS MARIA!

Este desenho não foi escolhido por acaso. Se eu reparar todas tem expressões de rosto e posições das mãos diferentes.

São três irmãs, as três chamam-se Maria e a do meio é que me levou a fazer este texto. Quem como eu as conhece, consegue saber quem é quem.

Para mim a mais importante é a do meio. Todas tiveram a mesma educação, as mesmas oportunidades, mas cada uma moldou o seu feitio e a maneira de encarar a vida de maneira muito diferente.

Mas vou à Maria do meio.

Desde pequena demonstrou timidez e falta de auto-estima. Não sabia se era carne ou peixe pois achou sempre que as outras duas irmãs eram mais bonitas, tinham amigos, eram convidadas para as festas e ela ia por "arrasto". Puro engano!

Para mim foi sempre a mais bonita, os amigos da mais velha eram seus amigos assim como os da irmã mais nova. Teve vários pretendentes mas eu só lhe conheci dois namoradinhos. E assim foi crescendo. Somente por sua livre vontade, pediu aos pais que queria ir para Londres e Suíça trabalhar e estudar como "au pair".

Regressou, depois destas experiências, vindo mais insegura e julgo que guardou um segredo: um segredo que fechou a 7 chaves e que não contou a ninguém. Julgo que ele a acompanha até hoje e quem sabe se não seria isso que a "abafou" durante estes anos, dificultando-lhe e levando-a a dificultar a vida?

Esta Maria não merece: é sensível, amiga do seu amigo, dedicada, dócil.

Ela sabe que comigo pode sempre contar. Até mesmo "soltar" esse segredo e começar a viver a vida... hoje que faz anos!|

3 comentários:

Pitanga Doce disse...

E eu que cheguei atrasada ao aniversário da Maria do Meio! Mas tenho uma boa desculpa que sou a Maria mais nova de tres Marias lá em casa, então esperava que as outras fossem para eu ir também. hehehe

Maria do Meio, começa a viver a vida e se precisar "sobe à torre" e grita de lá o teu segredo.


beijos pitangueiros

bacouca disse...

Pitanga,
Também acho que a Maria tem que desbloquear aquele segredo.
E tu não esperes pelas outras: vem sózinha!
Beijos

Anónimo disse...

Querida Bacouca
è verdade que tenho um segredo que nem ás paredes confesso, mas tu com a tua perpiscaz conseguiste observar isso.
Muito obrigada pelos parabêns desta irmã que te adora.
Janocas