Seguidores

terça-feira, 21 de setembro de 2010

HOJE É PARA O VASQUOTA!!!





Um ano meu querido! Como o tempo passou a correr e como agora também a correr se vê os progressos que faz!

Cada vez mais simpático, cada vez mais expressivo, cada vez mais atento a tudo. Se no outro dia que estivemos juntos muito "falamos" agora e dentro em breve, quando nos voltarmos a reunir, o "paleio" vai ser maior!

A Avó, sentada à sua frente, vai cantando, fazendo caretas, fazendo exercícios para estimular as expressões, e meu "estrunfe" delirando, palrando, rindo, imitando.

E os nossos momentos de ternura? A Avó tem imensa dificuldade em se controlar: apetece-lhe trincá-lo, apertar-lhe as bochechas, e cobri-lo com beijinhos. E as do Vasquota? Sei que tem ataques de nervos pois não consegue ainda apertar a Avó, mas fica radiante quando me apanha os dedos ou encosta a sua cara e me apanha o nariz: aí dá-me umas trinquinhas apetitosas com os seus 4 dentinhos (entretanto já tem mais um)!

Também tem outras características que deixam esta Avó louca de alegria: adora a aventura, pouco ou nada lhe mete medo e adora experiências. Basta vê-lo na piscina chapinhando na água, na bicicleta de capacete (!) quando vai dar passeios ou na descoberta de qualquer pormenor, por menos visível que seja, em algum brinquedo!

Se a Avó tem muitas saudades dos seus Pais e Tios quando estão longe, de si, digo bem alto: tenho o dobro!!!

Muitos parabéns meu querido Vasco.

4 comentários:

Lisa Nunes disse...

Bacouca,
Felicidades para o teu querido netinho, dê muitos beijinhos nele por mim!!!

Dreamer disse...

Tão gostoso! Realmente, apetece trincá-lo. Parabéns ao menino, aos pais, e à avó babadíssima!

bacouca disse...

Lisa,
A vida está muito bem feita! Quando os filhos partem e constituem a sua família, o ninho fica vazio mas depois...aparecem estes "passarinhos" que nos empolgam, ainda mais, o instinto maternal!
Um beijo

bacouca disse...

Dreamer,
Ser avó é algo que eu ouvia as minhas amigas falarem como qualquer coisa de extraordinário. Eu agora que já sou, só digo: não tem explicação! O amor tem tantas facetas e esta eu ainda não conhecia!
Beijo