Seguidores

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

LUA DE MEL - 1ª PARTE.

No meu tempo o casamento era um momento importante mas a lua de mel era algo que se sonhava como uns dias inesquecíveis para toda a vida

A minha foi e posso dizer que nunca me apercebi quando ela acabou! Foram aventuras atrás de aventuras, coisas que nunca tinha vivido nem sonhado.

Uniu-me muito ao Vabenne e penso que iniciou-me e ajudou-me, mais tarde, a tornar-me uma verdadeira"trailer"!

Depois de uma pequena volta pelo norte do pais, que incluiu Coimbra, Figueira da Foz (onde me esqueci da camisa de noite no Grande Hotel - também nunca percebi porque é preciso tanto cuidado na sua escolha ), Óbidos, Porto, Viana do Castelo e Valença (nunca me esquecerei da sensação de liberdade que senti em Valença do Minho, quando olhei para Espanha...) regressamos a Carcavelos após uma paragem em Braga. Resolvemos convidar o P.Roque Cabral, que nos tinha casado, para almoçar connosco.

Pedimos uma sugestão e fomos para o Hotel do Bom Jesus. Reparei que o Vabenne estava muito corado durante o almoço e só soube o motivo quando estivemos sozinhos: a conta tinha sido tal que pouco nos restava para a gasolina de regresso. Portanto toca a desligar o motor nas descidas...

Mas lá chegamos (onde tinha a camisa de noite à minha espera, gentilmente enviada pelo hotel...).

Tínhamos que preparar as mochilas pois passados 2 dias iríamos de comboio para Toulouse. Preparar uma mochila para cada um, com a roupa e acessórios indispensáveis para um tempo indeterminado não é fácil. O pior foi guardar o dinheiro. Não tínhamos muito mas naquela altura, cada pessoa, não podia sair para o estrangeiro com mais de 20 contos!

As voltas que demos à cabeça até que nos surgiu uma: nos varões das mochilas! Tinham uma borracha na ponta e toca de enrolar as notas e mete-las lá para dentro. Não me lembro onde foram o conjunto de panelas, os talheres pratos e copos, o camping gás, a tenda e os sacos cama!

E lá partimos para França, carregados que nem uns labregos, mas também com a cabeça cheia de projectos e sonhos!

Hoje partem de avião para as Filipinas, Maldivas, Bali, Turquia, Grécia, Brasil etc, etc, etc. Tudo incluído, do melhor e sem esforço.

Bom mas a minha não acabou...

4 comentários:

Dreamer disse...

Grande passeio! A camisa de noite é só para impressionar o marido, que, às vezes, nem para ela olha... E os hotéis, nessa altura, eram muito gentis. Fosse agora. A empregada do quarto ficava logo com ela. Cá fico à espera do resto.

bacouca disse...

Dreamer,
Eu acho é que a camisa de noite parece mais um cachecol... ou se atira para o chão ou fica enrodilhada no pescoço...
Mas realmente foram honestos!
Contarei o resto pois faz parte da minha lua de mel!
Beijo

Laura disse...

Ahhh comigo nem se passou assim nada de especial...fomos de combóio carruagem cama para Durban, ficamos no Holliday In quarto de lua de mel..estilo Mexicano, adorei, voltamos pelo mesmo caminho e estava feito..ah grande lua de mel, ao fim de 9 anos já estavamos separados... enfim..adoro ler quando dizes que a tua ainda não acabou, mas que amor lindo!...o dos meus pais era assim..

Boa Lua de mel, e depois de mochila, mas que gente de pedalada..

Beijinho

bacouca disse...

Laura
Mais vale a separação do que estar com alguem que não nos ama ou nós não amamos.
Eu tive sorte felizmente.
A lua de mel não terminou de ser contada...
Beijo