Seguidores

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

TODA A ATENÇÃO É POUCA

Hoje fui, uma vez mais, "acordada" para a maneira como a nossa vida é completamente devassada pelas novas tecnologias.

O Pi que queria mostrar aos seus primos italianos o meu sobrinho de 14 anos, como um verdadeiro cracke a jogar futebol, recorreu à internet. Qual não é o seu espanto quando, de busca em busca, aparece um artigo sobre oVabenne datado de 2007, onde o mesmo é descrito com todos os superlativos absolutos simples, na área pessoal e profissional. E o Vabenne nem sequer tinha conhecimento pois o autor não o informou. O que salva a situação é que ao lê-lo estamos perante um super-homem!!!

Pensei: uso imenso o telemóvel e preciso muitas vezes de deixar ou responder, a mensagens do meu fisioterapeuta.

Quem apanha-se uma das últimas, e sendo mauzinho, o que poderia ter acontecido? Até dei uma gargalhada só de pensar e ainda por cima em Viana do Castelo! Tenho obras nas salas e portanto habito provisoriamente, no 1º andar. Entulho é mais que muito pois desapareceram janelões, degraus, etc. Portanto eu não podia descer e liguei:

F -fisioterapeuta
B -bacouca

B- Não sei como vai ser hoje. Nem imagina em que nos metemos. A casa está de pernas para o ar e eu presa no 1º andar.
F- Imagino. Veja a melhor maneira e depois liga-me.
B- Ok. Até que horas?
F- 12,30h. Só precisamos da cama.

Cuidado com "piratas tecnológios" pois assim se pode "fazer" uma história para alimentar as más línguas da sociedade!

6 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ahahahah!
tem toda a razão, minha amiga, hoje em dia, todo o cuidado é pouco. Escrutinam-nos a vida toda e põem-na na praça pública. Não ponham mão nisto, não!

Mike disse...

eheheheh... eu cá não sou de más línguas, Bacouca... mas essa história está muito mal contada... ;D

Pitanga Doce disse...

Mas isto dava uma ótima fofoca numa revista cor- de- rosa aí de Viana. Não há? Chamem a Maya que ela trata disso.

Que escândalo! hehehehehe

bacouca disse...

Carlos,
Na verdade a vida privada torna-se cada vez mais vunerável e eu brinco com esta situação mas não sei se o diabo não pode tecê-las! Já me aconteceu a minha gestora de conta, me perguntar: mas a Ana não é divorciada? E sabe porquê? O Vabenne não trabalhava em Viana e como me viam sózinha zás...era divorciada. Isto uma gestora bancária que lidava comigo para vários assuntos, agora imagine os outros...

Beijo

bacouca disse...

Mike,
Veio ao de cima o seu lado "diabinho"...Mas sabe que eu arco sempre tranquilamente, com o que os outros julgam! Como já disse, tenho a certeza que aqui em Viana, as pessoas julgam saber mais da minha vida do que eu própria: é o custo de se viver numa terra pequena, ser considerada com ideias avançadas( ir para Macau, ser membro e "esposa" de gente conhecida, jantar ou sair sem o "esposo", dar nas vistas mas não se misturar, etc, etc e ainda por cima com um fisioterapeuta - nisto até as minhas amigas acham que poderia fazer parte dos virus que aparecem por vezes no Ares- que vai ao domicilio...caraças garanto-lhe que deve dar para muita fofoquice!!!Nem sequer poem em dúvida a história ser mal contada! Julgo é que devem pensar: quem me dera ter a "arte" dela pois ninguém consegue apontar-lhe o dedo!heheheheehe
Xi

bacouca disse...

Pitanga,
Aqui não há nenhuma revista cor de rosa mas há o chamado "jornal da caserna". E esse existe nos ginásios, nas esplanadas, nas casas, etc, e ainda por cima é de borla!
Qual Maya qual carapuça! Este pasquim tem rastilho!
Beijo