Seguidores

quinta-feira, 25 de março de 2010





Esquecemos que a vida é como um carrossel, que as voltas que dá por vezes são muito rápidas e não nos deixam apreciar o que de bom elas têm. Outras vezes gostaríamos ou imaginamos, que tinham outro ritmo e ficamos a aguardar pelo seu final, para tentarmos o carrossel que está do outro lado. E reflectimos que afinal não é tão diferente que o anterior.

Que se consiga apanhar o melhor e que apreciemos as suas voltas em pleno.

Pelo menos que nunca seja tarde demais!

2 comentários:

Pitanga Doce disse...

Não ando mais me carrosséis. O último me fez levar um tombo...

beijos Ana

bacouca disse...

Pitanga
Se o último foi à muito tempo já deves estar "curada" do tombo. Então pega outro amiga mas sem medo, sem complexo, sem se "agarrar" com força!
Beijo