Seguidores

sexta-feira, 9 de julho de 2010

QUE EMOÇÃO...

Oh meu querido V. Chaby andas "ocupadíssimo" com as tuas "farmville" do FB, mas conseguiste tirar uns minutinhos para comentar a lenda do Pirilampo. Sei que estás sempre do outro lado do telemóvel, mas comentar no meu cantinho?!!!

Podes crer que fiquei muito feliz! Conheces-me desde os meus 11 ou 12 anos e portanto vivemos juntos muitos dos tempos descontraídos que tivemos em Luanda.

Lembras-te como eu adorava andar de moto, coisa que o Pai não gostava nada com medo da minha maluquice? Eu fazia-te tal "choradinho" que tu lá condescendias! Tinha era que meter um capacete para não ser reconhecida. Por vezes ouvia com"ar angelical" o Pai comentar com a Mãe: há cada rapariga mais destemida! Hoje aqui perto de casa passei por uma dessas. Juro-te que, até hoje, nunca soube se desconfiava ou não...

Mas o que eu mais delirava era quando, atávamos uma corda atrás da tua moto e deitada num skate, tu me puxavas. Quando hoje penso nisso até sinto um arrepio: deitava a barriga (pois era a base do skate), as pernas dobradas a 90º para cima e as duas mãos a segurar a corda. Andávamos distâncias razoáveis e era o meu corpo que ajudava a seguir as curvas e contra curvas.

Quase de circo, meu querido. O pior foi quando, numa dessas sessões apanhei julgo que, um caroço de manga. O skate foge-me debaixo do corpo e entre tu te aperceberes e eu largar a corda, as calças compridas que trazia vestidas, desapareceram parcialmente!!! As calças eram o menos agora as pernas e o ter que contar em casa o que tinha acontecido é que me preocupava.

Tenho a certeza que encontrei uma boa saída!

É verdade também te lembras com quem namorávamos na altura? Isso não me lembro, mas que namoravamos, namoravamos...!!!

8 comentários:

Mike disse...

Mau, mau, mau... aaiiiii... então a Bacouca não namorou com o Vabenne desde que se lembra? Vabeeeeeenneeee! (risada)

bacouca disse...

Mike,
Não! Tive duas fases na minha adolencência-juventude. Quando o Vabenne apareceu e depois de muito sofrer (!) é que comecei namoro com ele. Que burburinho foi no grupo: agora vem este do Lobito "roubar" esta "arrasa corações!
Caraças e ainda por cima,de feitio não tem nada a haver! Quase que o lincharam!!!
Depois é que nunca mais o larguei, hehehe!!!
Um xi

Victor disse...

Minha Querida.
Comecei pelo topo.....realmente nós deveriamos ter um GPS incorporado para quando nos surgem dúvidas no caminho a seguir. Depois "those where the days"....e realmente foram.....a nossa juventude foi uma benção....e o termos nascido/passado por Africa teve um valor acrescentado que só quem lá esteve pode imaginar. Todas as loucuras que fizemos, com moto ou sem moto....."meu Deus, tanto caroço de manga".....hehehe....fomos muito felizes. As nossas festinhas "de garagem" eram obrigatórias quase todos os finais de semana. Era tão bom namorar, dançar agarradinhos....
Obrigado por seres minha amiga desde esses maravilhosos 15 anos. Tadoro.
V.Chaby

bacouca disse...

Meu querido,
Realmente a nossa infância e juventude foi algo que nos deu estrutura para crescermos tão alegres, despreocupados, sem horizontes. Uma benção como dizes.
Também te agradeço a tua presença constante e que perdura até hoje!
Um grande beijo e...tadoro!

Victor disse...

Bequinhas.
Sabes, eu de vez em quando venho aqui espreitar. Não sou muito de escrever comentários, por isso não me "sentias" por aqui. Já agora, se me permites, vou pedir para fazeres duas correções ao teu texto. 1ª- "Clube dos Caçadores" e não de caça......onde passei bons momentos da minha juventude. 2ª- Reserva da "Kissama" e não kissamba. Sítio onde tive o privilégio de passar 2 anos da minha tropa, especificamente na Muxima, local de grande devoção do povo de Angola. Até a uma próxima intervenção, sempre no meu coração. (esta até rima).....hehehe.....bjinhos para ti.
V.Chaby

BACOUCA disse...

Meu querido
Só te agradeço as indicações pois isto são recordações vivas que eu quero o mais correcto.
A Kissama, era onde a Petrangol tinha umas instalações e iamos para lá a convite das Mexia. Na altura havia dentro da reserva uma espécie de prisão da tropa. Confirma que eu ainda vou contar um susto que a Teresa e eu apanhamos a altas horas da noite....!
Intervem sempre meu querido que fico muito feliz!
Mil beijinhos
BACOUCA

Victor disse...

Minha Linda.
A Kissama é um parque natural e é bastante grande. Eu nessa altura conhecia como a minhas mãos, pois patrulhavamos de uma ponta a outra, tanpo por terra como por rio, o Kuanza. Pois começa precisamente aí, na barra do Kuanza e vai até às fazendas da CADA/Gabela. O sítio que tu dizes é Cabo Ledo, que neste momento tem lá resorts fabulosos. Junto ao rio + ou - na paralela com Catete....70km....está a vila da Muxima, com uma igreja muito bonita e uma fortaleza do tempo dos holandeses. Essa fortaleza, foi a minha casa durante dois anos, pois estava lá instalado o posto de transmissões, que foi a minha especialidade na tropa. E por agora é tudo......Bjinhos.
V.Chaby

bacouca disse...

Meu querido,
Esta tua memória é impressionante! Falei com a Teresa e na verdade dissiamos: vamos para a Kissama, onde a Petrangol tinha uma residência dentro deste enorme parque, em Cabo Ledo!!! Eu Cabo ledo ligava somente à praia maravilhosa que iamos, descendo por uma ravina. Quanto à prisão, não era: era tropa que estava destacada para a guardar.
Sabes que nasci na CADA?!!!
Já tenho mais artigos e conto com os teus comentários, tipo revisor de prova,para sairem exactos.
Em que anos fizeste a tropa? Não me lembro desse período. Põe-me a memória a "mexer" senão ainda os alemãs, o All e o Zeimer, tomam conta de mim e tu não queres pois não?!
Tadoro.